″ Estupro culpado ″. Juiz brasileiro acredita que estuprador não tinha intenção de estuprar

O juiz da alegada violação de Mari Ferrer, influenciadora digital, pelo empresário André de Camargo Aranha, acatou o argumento de que o fato foi “uma violação de condenação” ou, em outras palavras, uma violação sem intenção de violar. A expressão “estupro culpado”, que não está prevista na lei, se tornou um dos assuntos mais falados nas redes sociais do Brasil ao longo desta terça-feira 3, causando tumultos entre celebridades e anônimos e até mesmo um juiz do STF . Federal (STF).

O caso ocorreu em dezembro de 2018 em uma boate de Jurerê Internacional, popular balneário de Florianópolis, capital de Santa Catarina, estado do sul do Brasil. Segundo entendimento da polícia e do Ministério Público, a jovem não teve discernimento para permitir relações sexuais.

Durante o julgamento, em que Aranha foi defendido por Cláudio Gastão da Rosa Filho, um dos advogados mais caros de Santa Catarina, o processo terminou, porém, coincidindo com a tese da “infração culpada” e, posteriormente, também com o juiz.

Imagens do julgamento publicadas, no entanto, por O site Intercept Eles mostram o advogado de defesa constrangendo Mari Ferrer ao mostrar fotos antigas do influenciador digital com um personagem, segundo ele, “ginecológico”. Quando questionados sobre o que aquelas imagens tinham a ver com o caso, ninguém no tribunal falou.

“Não adianta vir com seu choro falso e oculto e esse lábio de crocodilo”, continuou o advogado. “Você vive disso? Esse é o seu viveiro, né, Mariana, essa é a verdade, né? A sua vida está ganhando a desgraça dos outros? Manipulando essa história virgem?”

Conhecendo a sentença e os detalhes do julgamento, Gilmar Mendes, o segundo juiz mais antigo do STF, considerou “as (…) cenas aterrorizantes.” “A justiça deve ser um instrumento de acolhida, nunca de tortura e humilhação. As agências penitenciárias devem determinar a responsabilidade dos agentes envolvidos, inclusive aqueles que não atuaram”.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa Esteves

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *