13 minutos que * devem * mudar o impeachment de Donald Trump

(CNN) – Foram 13 minutos absolutamente impressionantes.

Desde o momento em que o chefe de impeachment da Câmara Jamie Raskin (D-Maryland) apresentou um vídeo mostrando os eventos do ataque de 6 de janeiro no Capitólio dos EUA até que ele terminou com uma nota sobre aqueles que morreram e ficaram feridos como resultado do motim. Era impossível para mim não olhar, mesmo quando me sentia doente, triste e com raiva pelo que vi.

O vídeo justapôs os procedimentos formais de afirmação dos votos do Colégio Eleitoral na Câmara dos Representantes e no Senado com o caos crescendo fora do Capitólio, quando o então presidente Donald Trump exortou os participantes a uma manifestação em massa para “parar o roubo”. Capitol e luta para impedir que os democratas roubem a eleição.

Quando essas duas realidades se fundiram – com manifestantes entrando em confronto com a polícia e derrubando as portas de onde os congressistas discutiam objeções ao Colégio Eleitoral – um pensamento predominante me ocorreu: é um milagre que isso não tivesse sido muito, muito pior.

Mas isso não quer dizer que o ataque violento a um dos símbolos da democracia americana e as mortes e feridos diretamente relacionados a essa insurreição não tenham sido terríveis. Ele foi. Foi um dos dias mais sombrios da memória moderna.

Washington em alerta para o segundo julgamento de impeachment de Trump 1:28

O ataque ao Capitólio colocou a democracia em risco

Mas realmente poderia ter sido MUITO pior. O vice-presidente Mike Pence quase não ficou cara a cara com uma multidão, alguns dos quais estavam gritando: “Hang Mike Pence.” Os membros do Congresso ficaram encurralados, desamparados. “À minha volta, as pessoas chamavam suas esposas e maridos, seus entes queridos, para se despedir”, contou Raskin.

O fato de nenhum membro do Congresso ter se ferido ou morto foi um pequeno milagre. E que temos que dizer isso, na democracia mais forte do mundo, é assustador.

O que aquele vídeo mostrou é o que o impacto das mentiras e do uso de armas de partidarismo, ressentimento e vitimização do líder mais poderoso da nação pode criar – algo muito próximo a um golpe.

Pence estava mais perto de atacantes no Capitol do que ele pensava 9:20

Acho incompreensível que qualquer senador, republicano ou democrata, possa assistir a esse vídeo de 13 minutos e não mudar de ideia. Não vendo o que Trump fazia, semeando e depois ativando uma multidão enfurecida condicionada por anos a acreditar que uma mentira era verdade. O fracasso em ver que outra candidatura presidencial ao 45º presidente representaria um perigo claro e presente para nossa democracia surpreendentemente frágil.

O ponto: se o passado é um prólogo, nada mudará no destino de Trump depois de hoje. Porque muitos já estão decididos. O que é realmente lamentável. E decepcionante.

You May Also Like

About the Author: Edson Moreira

"Zombieaholic. Amadores de comida amadora. Estudioso de cerveja. Especialista em extremo twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *