Home » News » O hack do Facebook afeta 50 milhões de usuários Empresa enfrenta ação coletiva

O hack do Facebook afeta 50 milhões de usuários Empresa enfrenta ação coletiva

Os problemas do Facebook estão longe de terminar. A gigante das mídias sociais já atraiu uma tonelada de controvérsia pelo escândalo da Cambridge Analytica e pela falsa propagação de notícias, mas revelou hoje que uma brecha na segurança poderia ter exposto os dados de cerca de 50 milhões de usuários a hackers ou agentes maliciosos.

O problema de segurança

Por meio de uma postagem oficial no blog , o Facebook revelou que descobriu uma falha de segurança potencialmente séria na implementação do recurso “Exibir como”, voltado para o usuário, que permite que você veja seu perfil como pode parecer para outras pessoas ou para o público em geral.O hack do Facebook afeta 50 milhões de usuários; Empresa enfrenta ação coletiva

Nossa investigação ainda está em seus estágios iniciais. Mas é claro que os invasores exploraram uma vulnerabilidade no código do Facebook que afetou o “View As”, um recurso que permite que as pessoas vejam como seu perfil se parece com outra pessoa.

A gravidade do problema de segurança pode não ter atingido você no momento, mas o Facebook parece bastante alarmado. Descobriu-se que a brecha pode ter sido introduzida em julho de 2017, com a adição de um novo player de vídeo, e os hackers podem ter acesso aos “tokens de acesso” (informações de login digital) de até 50 milhões de perfis.

Uma nova versão do nosso carregador de vídeos (a interface que seria apresentada como resultado do primeiro bug), lançada em julho de 2017, gerou incorretamente um token de acesso que tinha as permissões do aplicativo móvel do Facebook.

O Facebook acrescenta que não é um erro de engenharia e que um exploit foi encontrado e usado por algum hacker ou ator mal-intencionado de terceiros. A gigante de mídia social foi informada do hack em 25 de setembro, mais de 2 anos após a vulnerabilidade pode ter sido introduzida na plataforma.O hack do Facebook afeta 50 milhões de usuários; Empresa enfrenta ação coletiva

Facebook tomou ação!

O gigante de mídia social, em seu post no blog, disse que corrigiu a questão de segurança e informou a agência de aplicação da lei necessária do mesmo. Ele também tomou medidas para garantir a segurança de sua gigantesca base de usuários e está forçando-os a se relogarem em suas contas.

Facebook redefinir os “tokens de acesso” dos afetados, bem como alguns usuários adicionais.

O Facebook está afetando 50 milhões de usuários conectados à sua conta para garantir sua segurança. Assim, se você tiver solicitado o login novamente, seus dados poderão estar entre aqueles cujos dados poderiam ter sido comprometidos. A gigante das mídias sociais também está pedindo a mais 40 milhões de usuários para fazerem o login novamente, já que usaram o recurso “Visualizar como” nos últimos dois anos.

Além disso, a gigante das mídias sociais  desativou temporariamente esse recurso que permite visualizar os perfis na plataforma para evitar mais danos, ao que parece. Atualmente não há menção sobre se alguma conta foi comprometida ou não.

You can also download

Facebook Hack May Have Affected Instagram, Spotify and Tinder Profiles

Ações do Facebook Nosedive

Depois que o Facebook divulgou o potencial de hackeamento de mais de 50 milhões de contas, os preços das ações da empresa despencaram em mais de 3% imediatamente . As ações abriram perto do preço anterior de fechamento de US $ 168, mas a queda foi de US $ 163 quando a notícia chegou, afetando a estatura da empresa mais uma vez.O hack do Facebook afeta 50 milhões de usuários; Empresa enfrenta ação coletiva

Facebook processado

Como se a empresa admitisse que seu recurso ‘Exibir como’ tivesse uma falha de segurança e pudesse ter sido explorada para acessar até 50 milhões de contas de usuários não fosse suficiente, o Facebook agora também se depara com uma série de reclamações de ação coletiva .

O processo foi apresentado por Carla Echavarria e Derick Walker, respectivamente, no Tribunal Distrital dos EUA do Distrito Norte da Califórnia. Ambos alegaram que a falta de segurança do Facebook expôs suas informações pessoais, aumentando as chances de roubo de identidade. Além disso, foi afirmado que a gigante das redes sociais está envolvida em “práticas comerciais ilegais, fraude por ocultação, negligência e violação da Lei de Registros do Cliente da Califórnia”.Ambos os demandantes estão à procura de indenizações punitivas e penalidades de recompensa, juntamente com honorários advocatícios ou despesas, para si e para outros membros da classe. Bem, parece que o Facebook já estava tendo um ano ruim e esta atualização de segurança piorou. Então, é provável que você pare de usar o Facebook depois disso ou não? Deixe-nos saber nos comentários abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*
*