30 estudantes voluntários em cidades indígenas – MissionNewswire

UniSalesiano retoma Programa de Voluntariado Missionário com 30 participantes

BRASIL

(MissionNewswire) Após uma pausa por conta da pandemia do COVID-19, a universidade salesiana UniSalesiano, com campi em Lins e Araçatuba, retomou seu Programa de Voluntariado Missionário com 30 participantes, incluindo funcionários salesianos. Durante uma semana de julho, os participantes vivenciaram em primeira mão o trabalho nas aldeias indígenas de Meruri e São Marcos, no estado de Mato Grosso, Brasil.

O padre Paulo Jácomo, pró-reitor de pastoral da UniSalesiano, explicou que a experiência foi fruto de uma organização cuidadosa. A primeira fase foi o registro, e a segunda fase consistiu na viagem e preparação do trabalho. Ele disse: “Tivemos uma boa resposta, 59 inscritos, mas só conseguimos selecionar 22. Os selecionados e a equipe organizadora se esforçaram muito com pouco tempo disponível. Foi feito um esforço para arrecadar roupas, cobertores e alimentos. Todo mundo trabalhou duro.” A Escola Salesiana Dom Luiz Lasagna foi reconhecida por arrecadar mais de cinco toneladas de alimentos, que foram entregues nas aldeias. pelos membros da equipe.

Alguns dos voluntários também aproveitaram o tempo para compartilhar suas experiências. Milena da Silva Oliveira, 20 anos, do curso de enfermagem, disse: “Imaginei que encontraria algo muito diferente nas aldeias, mas quando cheguei pude ver a humildade e simplicidade dessas pessoas. São pessoas muito reservadas, mas com o coração aberto para compartilhar suas histórias e costumes. As crianças, então, são adoráveis. Poder vivenciar esses oito dias nas aldeias me fez entender o ‘sentido da vida’ e me deu uma boa compreensão de como os povos indígenas sempre foram em nosso país”.

Ele acrescentou: “Eles vivem em dificuldades e não têm acesso fácil a cuidados médicos. No entanto, eles têm uma das culturas mais bonitas que já vi: danças, rituais, canções. A maior lição que levarei comigo depois desta viagem é saber que um simples abraço ou um sorriso pode transformar a vida de qualquer pessoa. A verdadeira felicidade está na maneira humilde de viver. Apesar de todas as diferenças, somos iguais e devemos aproveitar os momentos simples, dedicando-nos aos outros”.

João Pedro Sangali Leite, 23 anos, do curso de medicina, disse: “Depois de saber mais sobre o trabalho realizado conjuntamente pelos salesianos nas aldeias de Meruri e São Marcos, decidi que queria muito participar do Programa de Voluntariado Missionário para que eu pudesse aprender e conhecer a cultura desse povo e também ver e fazer parte do incrível trabalho desinteressado que a universidade faz nessas cidades. Vivi momentos únicos que levarei comigo para sempre. Acho que essas pessoas, apesar de todos os problemas que enfrentam, são as pessoas mais felizes e amorosas que já conheci. É um lugar onde com pouco se pode fazer muito e onde, apesar de quase nada, se tem tudo, porque a fraternidade, a camaradagem, a solidariedade e a amizade prevalecem sobre qualquer outro problema que possa surgir. Este é o verdadeiro significado da família.”

Ele acrescentou: “Quanto a mim, as principais lições aprendidas foram duas: sempre compartilhar e ajudar e ser grato por cada oportunidade que a vida nos dá. Vivenciei uma grande mudança de valores, pois, muitas vezes, acabamos dando importância a algumas coisas que não merecem nem a metade da atenção que damos, enquanto outras, que deveriam ter muito mais cuidado, ficam em segundo plano. ”

Diante dos resultados positivos da experiência, Pe. Jácomo anunciou que as inscrições para a Expedição de Voluntários Missionários 2023 serão abertas este mês para permitir mais tempo de preparação para os voluntários que serão selecionados. A universidade também planeja mudar algumas das metodologias do projeto para permitir mais participação voluntária.

###

Fontes:

Foto ANS (permissões e orientações de uso devem ser solicitadas ao Resposta)

resposta – Brasil – Voluntariado Missionário Salesiano: a experiência UniSALESIAN

Missões Salesianas – Brasil

Banco mundial – Brasil

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.