69-0, Alerj aprova continuação do impeachment de Witzel e autoriza a instauração de processo por crime de responsabilidade | Rio de Janeiro

Nesta quarta-feira (23), a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) deu mais uma etapa no processo que pedir impeachment Wilson Witzel (PSC). Os deputados aprovaram, unanimemente (69-0), o projeto que autoriza a abertura de processo de responsabilidade criminal contra o governador de saída.

Agora, o caso segue para um Tribunal Conjunto formado por cinco deputados e cinco juízes do Tribunal de Justiça, onde você será julgado.

Inicialmente, o tribunal determina se Witzel deve ser destituído do cargo. Então, se ele cometeu um crime de responsabilidade e se deve perder seus direitos políticos.

Independentemente da decisão do Tribunal Misto, Witzel já está indeferido por decisão do ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Wilson Witzel se defende da acusação durante sessão no Alerj – Foto: ANDRE MELO ANDRADE / MYPHOTO PRESS / ESTADÃO CONTTEÚDO

O ministro diz que o Ministério Público Federal (MPF) descobriu uma “sofisticada organização criminosa, composta por pelo menos três grupos de poder, chefiada pelo governador Wilson Witzel”.

O projeto de resolução aprovado tem por base relatório do relator Rodrigo Bacelar (Solidaridad) que defendeu a continuidade da ação, e obteve 24 dos 25 votos dos integrantes da comissão de denúncia. O único congressista que não votou está com a Covid-19 e é licenciado.

  • Quinta (25): publicação da decisão no Diário Oficial
  • Sexta-feira (26): deputados lançam candidatura para participação no Tribunal Misto
  • Terça (29): eleição no Alerj para eleger os 5 deputados membros do Tribunal Misto
  • dentro de 5 dias: TJ elege os 5 juízes do Tribunal Misto
  • dentro de 120 dias: Conclusão do processo de crimes de responsabilidade

Witzel desistiu de se defender

Para Waldvogel, Wilson Witzel deve renunciar

Witzel deveria se defender pessoalmente na votação de quarta-feira (23), mas fez a defesa por videoconferência.

“Não me importo de ser julgado e levado a julgamento porque estou convencido de que nunca cometi um ato ilegal”, disse ele em um discurso contundente.

Em seu discurso, Wiztel também agrediu os deputados, emocionou-se ao falar sobre a mulher e mostrou que tinha certeza de que a votação seria pela continuidade do processo.

“Esta casa está em processo de aceitação, aparentemente, é verdade, já é unânime, todos já falaram, então por que vou tentar me defender aqui? Não posso me defender quando os juízes já expressaram previamente que vão votar sim ao meu. Que pena. Que pena é essa? Nunca, como magistrado, expressei previamente o meu juízo de admissibilidade numa reclamação ou numa sentença. Porque várias vezes no final do processo absolvi o arguido ”, afirmou.

Deputados pedem palavra após a votação do impeachment de Witzel em Alerj – Foto: Rafael Wallace / Alerj / Divulgação

O pedido de impeachment foi baseado em uma suposta irregularidade administrativa e uso indevido de dinheiro público na saúde em meio à pandemia do coronavírus, com base nas operações Placebo e Favourite.

Ambas as ações investigaram alegações de apropriação indébita de carteira e resultaram na Operação Tris no Idem, que retirou Witzel de seu cargo por suspeita de corrupção.

Segue sessão no Alerj que debate a denúncia de Wilson Witzel – Foto: Divulgação / Alerj

Ele é acusado de receber propina de empresas ligadas ao esquema por meio de falsos contratos firmados com o escritório da primeira-dama Helena Witzel. O governador cessante, que nega as acusações, teria recebido pelo menos R $ 554,2 mil.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) revelou o suposto esquema após investigar irregularidades em contratos de hospitais de campanha, respiradores e medicamentos.

Segundo os promotores, o governador tem “participação ativa no conhecimento e domínio da contratação com as empresas investigadas”. A troca de e-mails mostraria suspeita.

REMOÇÃO DE WILSON WITZEL

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa Esteves

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *