A Dinamarca vai desenterrar e queimar o vison massacrado pela Covid-19

O governo dinamarquês disse na sexta-feira (27) que está pronto para exumar e queimar os corpos de milhões de minkes enterrados às pressas após serem sacrificados como parte da luta contra o covid-19.

Milhões desses animais morreram porque poderiam ser a causa de uma nova mutação do coronavírus que é potencialmente problemática para os humanos.

Em seguida, eles foram enterrados principalmente em valas comuns.

“Eu queria me livrar do vison e queimá-lo desde o primeiro dia em que descobri”, disse o novo ministro da Agricultura, Rasmus Prehn, à TV2, assumindo a posição da maioria dos partidos no Parlamento.

Os políticos temem que as carcaças de animais em decomposição causem poluição por fósforo e nitrogênio e exigem que sejam desenterradas e destruídas de outras maneiras, incluindo a incineração.

Os gases libertados da decomposição podem, por exemplo, contaminar a água potável e a água balnear.

No início de novembro, a Dinamarca anunciou o sacrifício de seus mais de 15 milhões de visons, devido a uma mutação do coronavírus nesses mamíferos mustelídeos. De acordo com estudos preliminares, a mutação pode ameaçar a eficácia da futura vacina para humanos.

Duas semanas depois de dar o alarme – e em meio a uma crise política ligada à falta de base legal para a decisão de massacrá-los, que levou à renúncia do Ministro da Agricultura – o governo chegou à conclusão de que essa possível ameaça aos as vacinas estavam “provavelmente extintas”, pois nenhum novo caso havia sido detectado.

Em Holstebro, no oeste do país, cadáveres reapareceram de uma vala comum improvisada por motivos militares, destacando as condições em que os animais abatidos eram enterrados em áreas de risco (contaminados ou adjacentes a animais contaminados).

Também foi descoberto que eles foram enterrados a 200 metros de um lago, 100 metros a menos do que o recomendado.

O ministro da Agricultura alertou que qualquer decisão final sobre a incineração do marta só poderá ser tomada com a aprovação do órgão ambiental.

De acordo com o último balanço, mais de 10 milhões de visons foram abatidos.

Veja também

+ O cantor MC Poisonous morre aos 32 anos e a família pede ajuda para continuar despertando

+ Homem salva cachorro com boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o floeodes diabolicus “o besouro indestrutível”
+ O truque para espremer limões vira uma loucura nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida de graça e vai para a cadeia
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com ração para cachorro
+ A Zona Azul Digital em SP muda no dia 16; olha como fica
+ Estudo revela o método mais saudável de cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser um problema de saúde?
+ Tubarão é capturado em MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Uma oficina de cobre de 6.500 anos descoberta no deserto de Israel

You May Also Like

About the Author: Edson Moreira

"Zombieaholic. Amadores de comida amadora. Estudioso de cerveja. Especialista em extremo twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *