A empresa vai assumir os direitos da F1 e não descarta negócios com a Globo.

ELE Anúncio oficial de que a Globo não terá mais direitos de transmissão da Fórmula 1 a partir de 2021 já esperado. Agora, os fãs da categoria no país aguardam o plano B, que pode até ser a emissora carioca, mas em outro modelo. A Liberty Media deve anunciar nas próximas semanas que a Rio Motorsports, empresa que pretende trazer o GP do Brasil à capital carioca, também terá o direito de transmitir no Brasil.

De acordo com o relatório do EsportesA Rio Motorsports está pensando em um modelo semelhante ao que pratica com sucesso no MotoGP. Além de organizar a prova no Brasil (no campeonato de motos, o GP do Brasil já está confirmado a partir de 2022 no Rio), a empresa quer vender a mostra para empresas em potencial.

Para a Rio Motorsports, a possibilidade é um modelo de negócio muito interessante, pois consegue controlar todas as frentes do evento no mercado brasileiro. No Brasil, a questão da Fórmula 1 tem mais um aditivo: a discussão sobre a construção do autódromo do Rio de Janeiro, que ainda não foi oficialmente autorizada pelo Governo do Estado.

Ou seja, ter os direitos em mãos seria uma oportunidade de negócio interessante para a empresa. Assim que o contrato for assinado, a Rio Motorsports pretende iniciar negociações com empresas de comunicação. Mesmo antes de a Liberty Media autorizar, alguns canais de TV foram pesquisados.

O plano Liberty A é garantir um expositor na televisão aberta e na televisão paga. Alguns canais já foram pesquisados. Um deles foi Band, que se disse interessado, mas prefere iniciar as negociações apenas quando a Rio Motorsports tiver esses direitos garantidos. A Record também foi pesquisada, mas disse não ter interesse em expor a categoria. Uma terceira opção é a RedeTV!, Mas a emissora ainda não foi contatada.

Se você não consegue uma exibição na TV aberta, considerada prioridade pela história da categoria, a Rio Motorsports trabalha com uma exibição apenas na TV paga. A aposta é fazer o que aconteceu com o MotoGP, que foi oferecido à Fox Sports e hoje é exibido com destaque no canal de esportes da Disney.

Globo é uma opção?

A Rio Motorsports não descarta fazer negócios com a Globo, caso a empresa tenha interesse em transmitir em algum dos dois veículos. Além de transmitir televisão como expositor desde 1981, a Fórmula 1 tem sido exibida com sucesso na Sportv desde a sua fundação, principalmente o seu treino livre e treino de qualificação para a grelha de partida.

Entre os fatores que fizeram a Globo sair da Fórmula 1, está principalmente a questão financeira. A emissora não quis pagar a alta quantia solicitada pela Liberty Media para a renovação do contrato, principalmente nas negociações do ano passado. A alta do dólar na pandemia tornou o negócio totalmente inviável.

O público, embora bom para os padrões atuais da Globo, não era o mesmo de antigamente. O faturamento também foi muito interessante, mas as marcas compraram patrocínios pensando muito mais na exposição prometida em programas de grande audiência na Globo, como o Jornal Nacional, do que nas próprias transmissões.

You May Also Like

About the Author: Gabriela Cerqueira Corrêa

"Solucionador de problemas do mal. Amante da música. Especialista certificado em cultura pop. Organizador. Guru do álcool. Fanático por café."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *