A Itália registra mais 651 mortes por coronavírus; o número total de casos é de 59.138

JBr.

A Itália registrou 651 mortes pelo coronavírus no domingo nas últimas 24 horas. Como resultado, o número de mortes no país por pandemia aumentou para 5.476. O número de novos casos cresceu 10%, para 59.138. O chefe da Agência Italiana de Proteção Civil, Angelo Borrelli, observou que o aumento diário no número de casos era menor. “Esperamos que essa tendência possa ser confirmada nos próximos dias. Não devemos baixar a guarda – disse ele.

Apenas as empresas que fabricam o que o governo considera produtos essenciais podem permanecer abertas, disse o primeiro-ministro Giuseppe Conte no sábado. O governo também está forçando quase todos os escritórios públicos e privados a fechar. Até agora, alguns escritórios permaneceram abertos e espera-se que os funcionários trabalhem, mas isso não será mais possível na maioria dos casos. “Essas são medidas severas, eu entendo isso”, disse Conte, lendo uma declaração transmitida no Facebook: “Não há alternativa … Essa é a crise mais difícil que o país enfrentou desde a Segunda Guerra Mundial.”

Muitos grandes fabricantes já haviam fechado, incluindo carros Fiat Chrysler, mas algumas fábricas menores permaneciam abertas, como anteriormente permitido pelo governo, desde que os trabalhadores mantivessem uma distância de um metro um do outro. No entanto, os líderes sindicais argumentaram que todas as fábricas deveriam ser fechadas para garantir a segurança dos trabalhadores. Conte disse que o governo passou boa parte do sábado com sindicatos e outras organizações, elaborando uma lista de produtos e serviços que são considerados essenciais. Supermercados, farmácias e quiosques permanecerão abertos, como antes.

Status do conteúdo

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.