A NASA conseguiu entrar em contato com a espaçonave Voyager 2 após sete meses, e ela respondeu!

Tudo sobre

PANELA

Saiba tudo sobre a NASA

Ver mais

Em março, o conjunto de antenas Deep Space Network (DSN), usado para se comunicar com a nave Voyager 2, deixaria suas operações parcialmente offline por alguns meses para atualizações e manutenção. Depois de tantos procedimentos, os operadores da missão decidiram enviar e enviar comandos à sonda pela primeira vez no final de outubro. Já em 2 de novembro, a NASA confirmou o recebimento da resposta da Voyager 2.

Lançada em 1977, a Voyager 2 continua a navegar no espaço em um caminho que a torna visível apenas para a antena DSS43, localizada na Austrália e parte da Deep Space Network (DSN), para se comunicar com a nave espacial além. a lua. que, com o desligamento da antena, a sonda teve que seguir viajando sozinha, mas continuou a enviar atualizações e dados científicos.

Um dos procedimentos de atualização no DSS 43 (Imagem: Playback / CSIRO)

O DSS 43 agora foi atualizado com dois novos transmissores de rádio e os comandos enviados foram um teste do novo hardware instalado. Embora demore cerca de 36 horas-luz para o sinal chegar à Voyager 2, a NASA anunciou o sucesso do teste com o retorno de um sinal de sonda, que confirmou o recebimento da chamada seguida dos comandos executados com sucesso. O retorno indica que a equipe estará pronta para voltar a ficar online no próximo ano: “Este teste de comunicação com a Voyager 2 definitivamente nos mostra que estamos no caminho certo”, disse Brad Arnold, gerente de projeto DSN.

O DSS43 é o único no hemisfério sul que possui um transmissor potente o suficiente e que emite a frequência apropriada para enviar comandos à sonda. Embora os operadores da missão não tenham conseguido comandar a Voyager 2 desde que o DSS43 ficou offline, as antenas de rádio da instalação podem ser usadas em conjunto para captar os sinais enviados pela missão, que relatam dados científicos do espaço interestelar, a região externa. proteção do sol.

Além disso, quanto mais longe o navio está, mais difícil é o contato, porque o sinal precisa viajar mais para alcançá-lo e mais energia é necessária para enviá-lo e recebê-lo. Por este motivo, a Deep Space Network desempenha um papel muito importante na comunicação com navios tão distantes: este conjunto de antenas de rádio dispostas na Austrália, Espanha e Estados Unidos permite que pelo menos uma antena tenha uma linha de visão direta para os navios em qualquer momento. Tempo.

O programa Voyager foi iniciado na década de 1977 pela NASA para conduzir estudos do Sistema Solar: as sondas Voyager 2 foram lançadas em agosto e a Voyager 1 em setembro. O programa foi um sucesso além das expectativas.

Fonte: PANELA, Tudo começa com um estrondo

Gostou deste artigo?

Assine seu e-mail no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas novidades do mundo da tecnologia.

You May Also Like

About the Author: Gabriela Cerqueira Corrêa

"Solucionador de problemas do mal. Amante da música. Especialista certificado em cultura pop. Organizador. Guru do álcool. Fanático por café."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *