A nova missão dos F-16 poloneses. Uma cota no norte da Europa

– O presidente assinou uma decisão sobre a mobilização do contingente militar polonês como parte da operação da OTAN na República da Islândia. A partir de 5 de agosto, a Polônia se junta ao grupo de dez países da Aliança do Atlântico Norte responsáveis ​​pela proteção do espaço aéreo da OTAN na região da Islândia, prestando assistência a aeronaves em situações de emergência e possível proteção da população contra ataques aéreos – disse Paweł Soloch, chefe da o Gabinete presidencial de Segurança Nacional.

Soloch lembrou que a Islândia, que faz parte da OTAN, não tem força aérea própria.

– É por isso que a proteção do seu espaço aéreo é realizada em conjunto pelos aliados. É realizado no âmbito de três missões de três ou quatro semanas por ano, realizadas alternadamente por países selecionados da Aliança. A Força Aérea polonesa tem ampla experiência neste tipo de operações – há mais de quinze anos participamos de uma missão semelhante relacionada à proteção do espaço aéreo sobre os Estados Bálticos – lembrou o chefe da BBN.

Feriados: a Islândia também exige testes de vacinação

Segundo decisão do presidente, a missão envolverá quatro aeronaves F-16 com armas e equipamentos, além de pessoal: 140 militares e militares. O primeiro turno da PMC Islândia ocorrerá de 5 de agosto a 10 de outubro de 2021.

– Para o presidente Andrzej Duda, a participação da Polônia em missões militares é um dos elementos mais importantes da política de segurança, que se traduz no fortalecimento da posição da Polônia em questões de segurança na arena internacional, bem como no fortalecimento prático da cooperação com os exércitos aliados. Até agora, o presidente decidiu lançar até oito novos contingentes militares na Sicília, Letônia, Iraque, Romênia, Líbano, Turquia, Kuwait (concluído em 2018) e na Islândia, observou Soloch.

O governo está pedindo ao presidente que emita uma decisão sobre o uso de contingentes militares poloneses no exterior.

A missão de vigilância aérea dos Aliados sobre a Islândia começou em 2008 com a presença regular de aeronaves, tripulações aéreas e de solo na base de Keflavik.


You May Also Like

About the Author: Edson Moreira

"Zombieaholic. Amadores de comida amadora. Estudioso de cerveja. Especialista em extremo twitter."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *