Ação rápida: a saúde armazena medicamentos e espera que mais sejam comprados.

O Departamento de Saúde do Distrito Federal vem trabalhando com o objetivo de manter estoques de medicamentos para pacientes crônicos, como diabéticos e hipertensos. A fita de glucazida, metromina e glicose no sangue, que ainda não está nas prateleiras, já está programada para chegar e deve estar disponível no final deste mês.

“O prognóstico é que a glucazida será entregue antes de 25 de março e a metformina antes de 30 de março. No entanto, estamos tentando antecipar a entrega de ambos para esta semana ”, acrescenta a subsecretária de Logística do Ministério da Saúde, Mariana Mendes Rodrigues.

A quantidade comprada será suficiente para um suprimento de quatro meses.

No entanto, existem outros medicamentos para diabetes em estoque regular, como NPH, uso regular, ultra-rápido, glargina, glibenclamida e determir. Todos eles em quantidade suficiente por até cinco meses.

Hipertensão

Para pacientes hipertensos, as notícias também são boas. No entanto, dos 28 medicamentos utilizados por esses pacientes, apenas quatro estão ausentes, com um processo contínuo de compra.

Um é o metoprolol, com uma nota de compromisso emitida para a chegada de 850.980 comprimidos. Três outros estão em situação de emergência e um processo regular de compra está em andamento: Amlodipina 10mg, Diltiazem 60mg, Metoprolol e Propranolol 40mg.

Foto: Vítor Mendonça / Jornal de Brasília

“O Departamento de Saúde trabalha 24 horas para substituir os remédios em falta. Todos aqueles que ainda não chegaram já estão em processo de compra. Processos regulares eliminam a necessidade de procedimentos de emergência e, assim que são concluídos, normalmente fornecem estoques, evitando possíveis interrupções no fornecimento aos pacientes. Essa é a determinação do governador que será rigorosamente aplicada, ressaltou o secretário da Saúde, Francisco Araújo (foto).

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa Esteves

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *