Alexa ‘rola’ os olhos para o Echo Dot para lembrar ao usuário que eles estão ouvindo | caixas de som

Um Echo Dot de segunda geração foi personalizado com dois “olhos” para identificar quando Alexa, a assistente virtual da Amazon, está ativa e ouvindo o que está sendo dito. O acessório utilizado foi feito em impressora 3D e possui duas telas OLED que simulam um rosto. O resultado é uma versão do alto-falante inteligente com características humanas, que alerta o usuário em caso de ativação.

É importante lembrar que os alto-falantes inteligentes podem ser acionados acidentalmente com uma certa frequência, ouvindo palavras de comando em discursos que nada têm a ver com o assunto, assim como em diálogos de filmes, séries e programas de televisão.

Analise o Amazon Echo Dot: uma opção simples para tornar sua casa mais inteligente

Alexa tem olhos animados em um acessório personalizado – Foto: Reprodução / Markwtech

Quer comprar telefones celulares, televisores e outros produtos com desconto? Descubra Compare TechTudo

Quanto à construção do acessório, a base foi confeccionada em PLA branco, com duas cavidades onde as telas OLED se encaixam nos olhos. Eles são conectados a uma placa Teensy 3.0, que por sua vez une um resistor e um fotorresistor, que são usados ​​para detectar quando as luzes Echo Dot estão acesas. O equipamento é alimentado por uma porta USB.

Os olhos são programados para iluminar e animar quando o dispositivo está ativo, seja recebendo comandos ou notificações. O projeto foi baseado no “Uncanny Eyes”, um conjunto de telas OLED com imagens de olhos para serem utilizadas em diferentes tipos de criações com Teensy.

Saiba mais sobre um dos assistentes mais usados ​​do mundo:

Google Assistant: quatro curiosidades sobre o software

A preocupação em criar mecanismos para mostrar quando o alto-falante inteligente funciona não é apenas evitar ligar o aparelho inadvertidamente. Em 2019, a Amazon entrou em polêmica ao confirmar que alguns registros de voz permanecem armazenados no dispositivo, mesmo que o usuário execute uma limpeza do histórico. Isso aconteceria para permitir que você identificasse as palavras de gatilho sem ter que se conectar ao servidor.

Também vale lembrar que recentemente foi descoberta uma vulnerabilidade no serviço que permitiria que hackers instalassem habilidades sem o conhecimento do usuário. Dessa forma, seria possível acessar informações de contas particulares, inclusive gravações de voz. De acordo com a Amazon, a falha foi resolvida e nenhum problema relacionado foi relatado.

You May Also Like

About the Author: Gabriela Cerqueira Corrêa

"Solucionador de problemas do mal. Amante da música. Especialista certificado em cultura pop. Organizador. Guru do álcool. Fanático por café."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *