Análise: Fortaleza cumpre desejo do Ceni e ganha gigante no Brasileirão | força

Não foi contra São Paulo, Corinthians, Flamengo ou Grêmio. O engasgo na garganta do Fortaleza só deixou de existir ainda neste sábado (19), quando o time finalmente derrotou o gigante brasileiro, o Internacional, por 1 a 0, na Arena Castelão, como queria Rogério Ceni. A partida foi válida pela 11ª rodada da Série A e deixou o Tricolor com 15 pontos, respirando aliviado sobre a tabela. O gol foi marcado por um personagem inusitado, o meia Felipe, que fez uma ótima largada e está indo bem na temporada.

+ Com gol de Felipe, Fortaleza vence o Internacional e chega aos 15 pontos

Estatísticas da partida

  • Posse de bola: Fortaleza 41% x 59% Internacional
  • Tiroteio: Fortaleza 12 x 11 Internacional
  • Amarelo: Fortaleza 1 x 3 Internacional
  • Passagem: Fortaleza 305 x 421 Internacional

Em Fortaleza, a principal mudança no duelo contra o então líder, que depois foi ultrapassado pelo Atlético-MG, foi Marlon na lateral direita. A primeira parte foi de pouca inspiração e criatividade na parte ofensiva. Não só de Fortaleza. Para se ter uma ideia, o Leão só teve uma boa chance, com o Felipe, de fora da área. Marlon tinha uma cabeçada livre, mas mandou. Se Marcelo Lomba não deu certo, Fortaleza também não se assustou. Foi um primeiro passo caloroso. Felipe Alves nem suava.

A equipe de Ceni perdeu Quintero bem cedo, aos 25 minutos, que saiu com dores na coxa direita. Jackson, que estava ausente do departamento médico, ganhou o trabalho. O Inter teve mais posse de bola, 56%, contra 44% do Fortaleza. Nas apresentações, as equipes também se equilibraram: Fortaleza 4 x 5 Internacional.

Felipe elogia vitória do Fortaleza sobre o Internacional

Já no intervalo, Ceni manteve a mesma formação. E, quando o adversário cresceu no jogo, o Fortaleza parou. Felipe chutou e colocou o Leão na frente. O meia não marcava desde 4 de setembro de 2018 no empate de 2 a 2 com o Figueirense pela Série B.

– O Rogério Ceni tem me cobrado muito por chegar perto da área e, graças a Deus, acabei feliz – disse Felipe.

Ceni fez outras mudanças: Ronald, Yuri César, Fragapane e Orobó foram as opções do treinador. Este último marcou, mas foi um empecilho. Ronald, nos minutos que teve, apresentou um bom futebol. E Franco Fragapane também mostrou uma evolução, que foi pontuada pelo próprio treinador em conferência (relógio)

David, novamente, estava em branco. Wellington Paulista não poderia deixar o seu, mas exerce uma liderança fundamental mesmo sem a bola no pé.

Agora Fortaleza terá uma semana para pensar exclusivamente em Santos. A partida será no próximo domingo (27), na Vila Belmiro, às 20h30.

Assista à coletiva de imprensa do Ceni após Fortaleza 1 x 0 Inter

Assista à coletiva de imprensa do Ceni após Fortaleza 1 x 0 Inter

You May Also Like

About the Author: Ivete Machado Castilho

"Introvertido. Leitor. Pensador. Entusiasta do álcool. Nerd de cerveja que gosta de hipster. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *