Ao vivo: Sesi Bauru x Osasco

No segundo jogo da final do vôlei feminino paulista, o Osasco venceu uma verdadeira guerra. Em mais de 3h30 de jogo, a equipe abriu 2 sets a 0, pegou a virada, perdeu o jogo por 3 sets a 2 e conquistou o status no Golden Set, com parciais de 25/20, 27/25, 22/25 , 21/25, 10/15 e 25/22. O grande nome do jogo era Tandara, com incríveis 37 pontos.

+ VEJA A MESA DO CAMPEONATO DE VOLEIBOL FEMININO

O jogo

No primeiro set, erros de ataque do Sesi Bauru marcaram a partida. Sem conseguir acertar os ataques, os donos da casa ficaram atrás do placar e com 6 a 1, o jogo foi interrompido. Na volta, o Osasco manteve o ritmo até o ponto 17, quando Bauru parou. Com três pontos consecutivos, o time de Anderson Rodrigues tocou e o time visitante parou o jogo.

Na reta final do trimestre, as duas equipes começaram a cometer muitos erros, principalmente no saque, e as equipes não conseguiram manter uma sequência de pontos. No entanto, Tandara o culpou e em dois ataques diretos usando bloqueio ele fechou em 25-20.

+ SIGA OU NÃO FACEBOOK, INSTAGRAM, TWITTER mim YOUTUBE

No segundo set, o Sesi Bauru começou melhor e, com menos erros, abriu 6 a 3 no placar. Porém, aos poucos, o Osasco foi diminuindo a diferença e, com um bloqueio de Mayany, empatou de 9 a 9. Com o tempo do jogo, o time visitante foi crescendo e, melhorando no sistema defensivo, a vantagem entrou no placar e 19 a 14, o duelo parou novamente.

Na reta final, o Sesi Bauru cresceu. Na quadra após passe no banco, Rahimova chamou a responsabilidade e comandou o time na reação, empatando 23 a 23. No “vai a dois”, os dois times começaram a trocar pontos, até o erro do oposto Azerbaijão. , fazendo com que o Osasco vencesse o set em 27 a 25.

O turno

No terceiro set, o Osasco dominou desde o início. Com menos para ir e com mais volume, o time liderou o placar desde o início e não precisou abrir de 10 a 2. Porém, com algumas mudanças e arriscando tudo, o Sesi Bauru cortou a desvantagem e alcançou a volta com 18 a 17.

Repleto de reação, o time da casa liderou o goleador na reta final e abriu em 23 a 19. Com a vantagem, o Sesi Bauru manteve a bola girando e fechou em 25 a 22.

Na quarta rodada, as duas equipes passaram o tempo todo se alternando no placar. Devido aos erros, que estiveram presentes de ambos os lados, Sesi Bauru e Osasco continuaram próximos e mudando a vantagem do placar na maioria das vezes.

Na etapa final, o Sesi Bauru conseguiu dois blocos, com o Adenizia, abrindo vantagem e vencendo por 25 a 21, forçando o desempate.

Nele, o Osasco começou melhor e abriu 4 a 1, mas liderou por pouco tempo. Com menos pela frente, o Sesi Bauru rapidamente diminuiu a diferença e assumiu a liderança. Contando com os bloqueios de Adenizia e os ataques de Rahimova, as donas de casa abriram vantagem e fecharam em 15 a 10, tomando a decisão do estado pelo Conjunto de Ouro.

Conjunto dourado

Na extra parcial para a definição da equipe campeã, Tandara e Rahimova pediram a responsabilidade. Com os dois pontos opostos, coube aos demais jogadores fazer a diferença. Com isso, o Osasco cresceu e assumiu o conjunto.

Podendo contar bem com a maioria dos atacantes e com os adversários ausentes, o Osasco abriu 15 a 11. Na parte final do jogo, a equipe manteve a bola girando e no ataque de Tandara conquistou o título por 25 a 22.

You May Also Like

About the Author: Ivete Machado Castilho

"Introvertido. Leitor. Pensador. Entusiasta do álcool. Nerd de cerveja que gosta de hipster. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *