Argentina ou Brasil? Fãs de futebol na Índia protegem suas apostas | Copa do Mundo Catar 2022

Kozhikode, Índia – A Copa do Mundo chegou a uma cidade do sul da Índia louca por futebol, onde Lionel Messi, Neymar e outros craques são literalmente maiores que a vida.

Em Kozhikode, no estado de Kerala, no sul, os torcedores comemoram o maior evento do futebol internacional há anos. Recortes gigantescos de jogadores são exibidos em toda a cidade na costa oeste da Índia, junto com bandeiras e faixas tremulantes. Quase todas as ruas têm alguma forma de decoração, pois os moradores expressam seu amor pelo jogo.

Argentina e Brasil sempre tiveram grande apoio aqui, associados como times às façanhas de nomes lendários como Kaká (Ricardo Izecson dos Santos Leite), Cristiano Ronaldo, Ronaldinho Gaúcho e Diego Maradona.

Um recorte gigante de Lionel Messi em Vellayil, Kozhikode [Kaustubh Pandey/ Al Jazeera)

Brazil versus Argentina

Muhammad Basith, aged 28, a businessman and a Brazil fan since the late 1990s believes the support for Brazil has increased since 1998 but the fervour for Argentina is more deep-rooted.

He fondly remembers when he began watching football in 1998, his father bringing home a small colour TV  just before Mario Zagallo’s side reached the final of the World Cup that year.

“Brazil’s performances in that tournament began my story of supporting them. I remember that the TV that my father bought had a switch shaped like a football. That TV is still preserved at my home somewhere as a memory,” Basith told Al Jazeera.

The flags of Argentina and Brazil fly high in the city. Even in the neighbouring district of Malappuram,  former and current football greats feature prominently on billboards. Maradona is often depicted as a guiding god-like figure overseeing manager Lionel Scaloni’s team.

“A lot of younger fans support Brazil because Argentina have not won the World Cup since 1986. But the support for Argentina is much deeper,” Basith said.

“People do like to portray stars as larger-than-life characters in Kerala and that also applies to film stars. But footballers connect with them on a different level, especially those from Brazil and Argentina.”

Love for street football

The seven-a-side football culture has grown in Kerala and there are pitches across Kozhikode, where the wet weather and muddy terrain create perfect conditions for play.

It is no wonder that street footballers who became masters of the game have a special place in the hearts of fans here.

India celebrates World Cup
A roundabout on the outskirts of Kozhikod has been adorned with the colours of Argentina and Brazil [Kaustubh Pandey/ Al Jazeera]

“Kerala não é o estado mais urbanizado da Índia. Isso significa que há muito espaço vazio e quando as lavouras não são plantadas, esses espaços se tornam campos de futebol imperfeitos para crianças e jovens. Não ser extremamente urbanizado significa que as pessoas geralmente têm mais tempo livre disponível”, disse Basith.

Maradona, Lionel Messi, o brasileiro Ronaldo e Neymar começaram a jogar nas ruas onde cresceram, e os torcedores de Kerala sentem essa conexão realista.

Bilal Ahmed, empresário de Kozhikode e fã de futebol, disse: “Os campos são usados ​​de manhã e à tarde. Como a economia da região depende da pesca, as pessoas têm tempo para se dedicar ao futebol.”

A facilidade de acesso e a falta de complexidade do futebol criam adeptos iniciais. “Só precisamos de uma bola. O críquete precisa de mais tempo e recursos. Aqui não há espaço nem condições para jogar críquete porque há muita areia. Isso torna o futebol muito fácil de jogar”, disse Ahmed.

andar na água

Pullavoor, uma cidade nos arredores de Kozhikode, causou alvoroço nas redes sociais com seus cortes altíssimos de Neymar, Messi e Ronaldo.

Irshad PK, membro do grupo de fãs Argentina Pullavoor, disse: “Nós gostamos e apoiamos a Argentina porque eles jogam um ótimo futebol. Faz parte de nossas vidas.”

A Índia comemora a Copa do Mundo
Um grande outdoor da seleção argentina tem Maradona quase olhando para a Seleção [Kaustubh Pandey/ Al Jazeera]

Instalar o recorte de Messi foi uma tarefa tediosa que levou várias horas, disse ele.

O de Neymar foi colocado alguns metros à frente do de Messi no rio Cherupuzha.

Um olhar mais atento revelou cinco recortes menores flutuando em torno da imagem da estrela do Paris Saint-Germain, para representar o número de troféus da Copa do Mundo que o Brasil conquistou.

O futebol e a Copa do Mundo também são uma fonte de renda em Kozhikode, já que os torcedores compram bandeiras e camisetas. As vendas de TV e as assinaturas de transmissão também aumentaram, com um aumento correspondente de anúncios durante a Copa do Mundo.

Não se trata apenas da América do Sul. As bandeiras da Espanha, Alemanha, França e Inglaterra também podem ser vistas nas ruas de áreas ribeirinhas como Vellayil e Beypore em Kozhikod. Outdoors e bandeiras rivais fazem das ruas um campo de batalha para o apoio dos torcedores.

Basith descreveu o futebol como uma força cultural unificadora.

“Em outros lugares, as crianças recebem videogames e telefones celulares gratuitos. Aqui, as crianças ganham bolas de futebol.”

You May Also Like

About the Author: Jonas Belluci

"Viciado em Internet. Analista. Evangelista em bacon total. Estudante. Criador. Empreendedor. Leitor."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.