As famílias já gastaram R $ 3 milhões com o subsídio de alimentação.

JBr.

Nesta segunda-feira (23), o saldo da troca de alimentos mostra que os beneficiários do programa já utilizaram R $ 3.239.283,63 na compra de alimentos. O valor corresponde a 48,14% do total disponível para o programa, criado de forma emergencial para compensar a falta de almoços escolares para alunos de escolas públicas que já utilizam o cartão de material escolar, cujas famílias fazem parte do Bolsa Família. Existem R $ 6,7 milhões que podem ser gastos até o retorno das aulas, suspensos como medida para evitar a pandemia de coronavírus.

A despesa média diária é de R $ 37,11 por dia, por família. As maiores despesas foram registradas entre sexta-feira (20) e domingo (22). A maioria das famílias utiliza os recursos em hipermercados, o que corresponde a 84,97% dos valores injetados na economia do Distrito Federal. Depois vêm os atacados (7,88%) e o setor de alimentos, como produtos frescos (3,34%).

Lucro

No total, 106 mil estudantes são beneficiados, o que corresponde a quase 70 mil famílias. Os saldos dos cartões podem ser visualizados no aplicativo BRB CARD Prepaid. Para a compra de alimentos, o cartão pode ser utilizado em qualquer estabelecimento, como supermercados, mercados, supermercados, restaurantes e padarias, que continuam com as portas abertas, mesmo com as medidas de fechamento dos estabelecimentos comerciais realizados até o momento. Impedir a propagação do coronavírus.

Os beneficiários que tiverem perguntas, reclamações, reclamações, sugestões ou elogios podem entrar em contato com o Ombudsman, no número 162 ou no site.

Agência de Brasília

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa Esteves

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *