As vacinas podem transformar as pessoas em crocodilos, as mulheres podem deixar a barba crescer, diz Jair Bolsonaro

Em outra acusação infundada contra as vacinas contra o coronavírus, o presidente brasileiro Jair Bolsonaro Na quinta-feira, ele sugeriu que a injeção Pfizer-BioNTech poderia transformar as pessoas em crocodilos ou fazer as mulheres crescerem barbas, informou a AFP.

“Se você se transformar em um crocodilo, o problema é seu”, disse Bolsonaro, referindo-se à declaração da Pfizer de que a empresa não era responsável pelos efeitos colaterais. “Se você se tornar sobre-humano, se uma mulher começar a deixar crescer a barba, ou se um homem começar a falar com uma voz afeminada, eles não terão nada a ver com isso.”

Na quarta-feira, após o lançamento da campanha de imunização do país, Bolsonaro disse que as vacinas seriam gratuitas, mas não obrigatórias. No entanto, o Supremo Tribunal do país decidiu na quinta-feira que a vacina era obrigatória, embora não pudesse ser imposta às pessoas.

Bolsonaro, porém, afirmou que não será vacinado. “Algumas pessoas dizem que estou dando um mau exemplo”, disse ele, de acordo com a AFP. “Mas para os idiotas, para os idiotas que falam isso … digo a eles que já peguei o vírus, tenho os anticorpos, então por que me vacinar?” Seus comentários são apesar do fato de ele ter testado positivo para o vírus duas vezes, em semanas, no início deste ano.

O presidente brasileiro havia testado positivo para coronavírus em julho. Especialistas em saúde o criticaram por mostrar total desrespeito às regras de distanciamento físico ao participar de comícios e se reunir com grupos de apoiadores, muitas vezes sem usar máscara protetora. Um juiz superior do Brasil teve que ordem Bolsonaro vai usar máscara em junho.

Bolsonaro também minimizou a gravidade da pandemia em várias ocasiões. Ele pediu repetidamente às pessoas que voltassem ao trabalho, citando a deterioração da economia como o motivo, e participou de vários bloqueios de estradas anti-bloqueio. comícios. Ele também fez várias afirmações insensíveis e não científicas sobre o vírus. Em junho, ele havia dito: “Nós somos desculpe por todos os mortos, mas esse é o destino de todos. “Ele também chamou a doença uma “pequena gripe”. Então, em abril, quando questionado sobre o aumento pedágio no brasilEle disse: “E daí? Sinto muito, mas o que você quer que eu faça?

O Brasil registrou o terceiro maior número de casos de coronavírus, depois da Índia e dos Estados Unidos, com mais de 71,62 lakh de infecções. Em termos de mortes, só perde para os EUA, com um número de mortos de mais de 1,85 lakh, de acordo com dados do Universidade e Medicina Johns Hopkins.


Leia também:

Ao rejeitar as vacinas Covid-19, Bolsonaro ignora as lições do Brasil com a epidemia de varíola de 1904

You May Also Like

About the Author: Jonas Belluci

"Viciado em Internet. Analista. Evangelista em bacon total. Estudante. Criador. Empreendedor. Leitor."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *