Bahia faz pouco jogo ofensivo e perde para Melgar em Lima

Jogando contra o Melgar, no Estádio Nacional de Lima, o Bahía foi derrotado por 1 a 0 em partida válida pela passagem à segunda fase da Copa Sul-Americana onde mostrou poucas ações ofensivas e levou o gol na reta final.

Baixe o aplicativo Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Sports no Google Notícias

Como não marcou como visitante, no desempate em Sula, agora a equipe Mano Menezes deve marcar dois ou mais gols para seguir em frente no tempo regulamentar. Para os peruanos, qualquer empate ou mesmo revés com pontuação maior que 2 a 1, desde que uma única desvantagem seja suficiente para a classificação.

PROPOSTAS DEFINIDAS

Enquanto os peruanos tentavam ditar a dinâmica da partida, mas acabavam parando na linha defensiva bem posicionada do elenco, a equipe de Salvador claramente tentava ativar a velocidade de Rossi principalmente pelo lado direito do ataque para que, por sua vez, Gilberto fosse mais participativo e receber mais bola em posição de finalizar

Leia também:

No entanto, a ambos os lados faltou maior eficiência na aplicação prática, o que afetou diretamente um jogo com muitos erros de passe e jogados, principalmente entre intermediários. Tanto que o único remate mais acertado foi o acerto onde Joel Amoroso aproveitou o erro de Gregore e rebateu de fora da área, obrigando Douglas Friedrich a cair.

Para o Bahia, a única oportunidade mais assertiva conquistada na velocidade de trabalho nas costas da defesa rival foi quando Juninho Capixaba teve espaço para cruzar e, após a bola passar por Gilberto, Rossi chegou completando a bola que passou pela lateral do poste esquerdo do goleiro. Cáceda.

MAIS DO MESMO

As duas equipas não desistiram na segunda parte do que já faziam nos primeiros 45 minutos onde, em termos de desempenho, o jogo não se alterou significativamente. Com a coincidência, até a primeira melhor jogada do plantel na fase complementar apareceu justamente em uma nova subida pela esquerda de Juninho Capixaba. Porém, desta vez faltou o complemento e a bola passou por toda a área.

QUANDO O TOM AUMENTOU …

Na reta final da partida notou-se uma postura mais avançada do sistema de pontuação do time onde a Seleção Brasileira conseguiu elencar duas boas chegadas onde Saldanha parou em Cáceda e errou um chute certeiro quase na pequena área.

Porém, foi um erro na hora da transição que o Tricolor acabou pagando um alto preço em sua defesa. Depois de Elías errar o passe, a bola foi interceptada por Joel Amoroso, que marcou na direita e cruzou forte para a área. Ao tentar cortar, Nino Paraíba atirou contra o próprio patrimônio e fez o gol que não só abriu a conta para o clube peruano em Lima como foi o único da partida.

FICHA TÉCNICA
MELGAR 1 x 0 BAHIA

Local: Estádio Nacional, Lima (PER)
Data e hora: 29/10/2020 – 21:30
Juiz: Carlos Betancur (COL)
Assistentes: Sebastian Vela e Jhon A. Gallego (ambos COL)
Cartões amarelos: Neyra (MEL), Gregore, Daniel (BAH)
Cartões vermelhos: –
Metas: Nino Paraíba (contra) (34 ‘/ 2 ° T)

MELGAR: Cáceda; Pedro Ibáñez (Neyra, a 20 ‘/ 2 ° T), Pellerano, Deneumostier (Paolo Fuentes, a 14’ / 2 ° T) e Paolo Reyna; Pablo Míguez, Walter Tandazo (Dani Cabrera, a 28 ‘/ 2 ° T), Joel Sanchéz, Joel Amoroso e Johnny Vidales (Arakaki, a 19’ / 2 ° T); Othoniel Arce (Irven Avila, a 30 ‘/ 2 ° T). Técnico: Marco Valencia.

BAÍA: Douglas; Ernando (Nino Paraíba, 19 ‘/ 2 ° T), Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Elías e Ramon (Daniel, 12 ‘/ 2 ° T); Clayson (Elber, ao intervalo), Rossi (Fessin, a 37 ‘/ 2 ° T) e Gilberto (Saldanha, a 13’ / 2 ° T). Técnico: Mano Menezes.

Siga o Yahoo Sports no Instagram, Facebook mim Twitter

Inscreva-se no boletim informativo do Yahoo em 3 minutos

You May Also Like

About the Author: Ivete Machado Castilho

"Introvertido. Leitor. Pensador. Entusiasta do álcool. Nerd de cerveja que gosta de hipster. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *