Banco online cresce no Brasil com mais clientes abrindo contas bancárias online do que pessoalmente

No Brasil, no ano passado, pela primeira vez, foram abertas mais contas bancárias por meio de canais digitais do que em agências físicas.

Isso de acordo com um estudo anual sobre tecnologia bancária publicado em 21 de julho pela Federação Brasileira de Bancos e realizado pela Deloitte. Os pesquisadores descobriram que as aberturas de contas bancárias digitais atingiram 10,8 milhões no ano passado, um aumento de 66% em relação ao ano anterior. Pela primeira vez, a abertura de contas por meio eletrônico foi maior do que nos canais físicos, que somaram 9,9 milhões, 16% a mais que em 2020.

Além disso, sete em cada 10 operações bancárias realizadas no Brasil em 2021, de um total de 119,5 bilhões de transações, foram realizadas por meio de smartphones ou pela web, destaca o estudo. As transações de smartphones aumentaram 28%, para US$ 67,1 bilhões, representando 56% de todas as transações no ano passado. As transações de internet banking aumentaram 6%.

O Brasil está entre os países considerados pioneiros na adoção de tecnologias no setor financeiro, de acordo com um estudo separado sobre as atitudes do consumidor em relação à inovação bancária publicado no ano passado pela Accenture.

A pesquisa global descobriu que os consumidores no Brasil estão mais abertos a novas formas de administrar seu dinheiro e se definem como “assumidores de risco com experiência em tecnologia”. Cerca de 7% dos entrevistados no Japão disseram que estão usando novos serviços digitais, em comparação com 43% dos consumidores brasileiros que disseram que estão. O Brasil só é superado em abertura pelo México, onde 57% dos entrevistados disseram usar inovações em serviços financeiros, e pela China, onde 61% adotaram as novidades.

De acordo com o estudo da Deloitte, as transações financeiras por meio de smartphones cresceram 75% no ano passado, de 9,3 bilhões de transações para 16,3 bilhões de operações. Ainda segundo pesquisa da Febraban, as transações relacionadas a pagamentos no Brasil cresceram 72% no mobile banking.

“Houve uma mudança inequívoca no comportamento dos consumidores nas atividades de diversos setores da economia, que deixam de ir à agência bancária, pois podem realizar quase todas as transações por meio eletrônico”, disse o presidente da Febraban, Isaque. Sidney.

Os consumidores brasileiros acessaram aplicativos bancários em média 40 vezes por mês no ano passado, quase o dobro das 24 vezes registradas em 2020. Por outro lado, o total médio de logins entre usuários pesados ​​(que realizam mais de 80% de suas transações financeiras e não smartphones em um período de 3 meses) atingiu 59 vezes por mês no ano passado, em comparação com 57 em 2020.

You May Also Like

About the Author: Jonas Belluci

"Viciado em Internet. Analista. Evangelista em bacon total. Estudante. Criador. Empreendedor. Leitor."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.