Banido do Camp Nou, Arthur tem reunião, mas segue indefinido em Barcelona | Futebol espanhol

Arthur voltou a Barcelona na última sexta-feira, 7, mas não treinou. Você não deve nem treinar. Nem Quique Setién vai usá-lo contra o Bayern de Munique, em Liga dos Campeões. Na segunda-feira, o meio-campista brasileiro se encontrou com o secretário técnico do clube, Eric Abidal, mas segue indefinido.

Negociado com a Juventus no final de junho, o goianiano pediu a rescisão do contrato com o Barcelona e não voltou a aparecer na data fixada para o fim do Campeonato Espanhol. O jogador permanece vinculado à equipe e, até que seja liberado, cumprirá um cronograma estipulado pelo clube. No entanto, ele não se juntará ao grupo principal.

Ao retornar ao Barça, Arthur fez um teste de PCR para o coronavírus. O resultado foi negativo. No entanto, segundo a agência EFE e o “Esporte Interativo”, o meio-campista tentou entrar no Camp Nou no último sábado para acompanhar o partida contra o Napoli e foi banido. Segundo a EFE, o ingresso do brasileiro foi impedido por não ter feito os exames.

Procurado por dar, o assessor do jogador disse que não tinha informações sobre o episódio. Arthur permanecerá em silêncio até que sua situação seja resolvida. A expectativa é que haja solução assim que a Champions League terminar.

Arthur, inscrito na última sexta-feira, 7, em sua re-apresentação em Barcelona – Foto: Alejandro García / EFE

O meio-campista ficou duas semanas em Goiânia após o fim da espanhola. O recadastramento do Barcelona foi marcado para 27 de julho, mas ele só compareceu ao clube no dia 7 de agosto. O jogador esperava romper o contrato com antecedência e só voltar à Europa para ingressar na Juventus, a partir de setembro.

O presidente do clube, Josep Bartomeu deu declarações duras contra Arthur e previu punição. As pessoas ao volante dizem que, como o brasileiro queria uma demissão antecipada, não se preocupa muito com a sanção, que seriam os dias de ausência descontados. O próprio jogador se dispôs a não receber o salário de agosto.

A última vez que Arthur esteve em campo foi no dia 27 de junho, no empate de 2 a 2 com o Celta. Dois dias depois, ele foi anunciado como um novo jogador da Juventus. Desde então, o brasileiro não joga mais. O meio-campista quer romper o vínculo porque entende que o técnico Quique Setién não o usaria mais.

Arthur assinou com a Juventus por cinco temporadas. Em seus dois anos no Barcelona, ​​o jogador disputou 72 partidas e marcou quatro gols.

You May Also Like

About the Author: Gabriela Cerqueira Corrêa

"Solucionador de problemas do mal. Amante da música. Especialista certificado em cultura pop. Organizador. Guru do álcool. Fanático por café."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *