Batalhão do Exército dos EUA lidera força multinacional durante operações de apoio à paz em Kosovo | Artigo







CAMP NOVO SELO, Kosovo – Soldados da República da Letônia respondem ao contato durante treinamento no Campo Novo Selo, Kosovo, em 13 de abril de 2022. como se retirar do fogo hostil enquanto montado e como recuperar e evacuar os feridos.
(Crédito da foto: Sargento Alexander Hellmann, 1-149 Inf. Bn)

VER ORIGINAIS

CAMP BONDSTEEL, Kosovo — A missão da OTAN no Kosovo é reunir unidades militares de dezenas de países para trabalhar em prol de um objetivo comum. Esses países não operam de forma independente, mas como uma única entidade sob uma estrutura de comando comum.

Um desses comandos é o Batalhão de Manobras do Comando Regional da Força de Kosovo, composto por elementos dos EUA, Letônia, Turquia e Polônia, todos sob o comando de um quartel-general do batalhão dos EUA da Guarda Nacional do Exército de Kentucky.

“A multinacional obriga a [battalion] Aqueles com quem você trabalha são de primeira qualidade e os melhores dos melhores”, disse o sargento. Major Anthony T. Hughes, sargento de operações do 1º Batalhão, 149º Regimento de Infantaria, 116ª Brigada de Infantaria, 29ª Divisão de Infantaria e Comando de Manobra-Batalhão Leste da Força Regional de Kosovo. “As barreiras linguísticas são quebradas usando um entendimento comum das habilidades e expectativas dos soldados que nossos parceiros da OTAN são ótimos em demonstrar.”

Manter e desenvolver seus relacionamentos com parceiros multinacionais é um esforço contínuo para os líderes do 1º Batalhão, 149º Regimento de Infantaria, não apenas para os comandantes seniores do batalhão, mas para todos os soldados do batalhão.




Batalhão dos EUA lidera força multinacional durante operações de apoio à paz em Kosovo



CAMP BONDSTEEL, Kosovo – Soldados das Forças Armadas da Turquia com o Batalhão de Manobra, Comando Regional Leste, Força de Kosovo, fazem fila para uma foto em Camp Bondsteel, Kosovo, 16 de abril de 2022. O contingente turco está trabalhando ao lado dos parceiros da OTAN para apoiar a missão de manter um ambiente seguro e protegido e a liberdade de circulação no Kosovo.
(Crédito da foto: Primeiro Sargento Amoris Coss, Destacamento de Relações Públicas 138)

VER ORIGINAIS

“O batalhão realiza vários briefings culturais onde cada nação é convidada a aprender sobre a próxima por meio de discussões abertas e refeições que representam o país”, explicou Hughes. “Vários eventos de treinamento e competições estão programados ao longo da semana para desenvolver o esprit de corps entre os soldados de cada país.”

A missão do Batalhão de Manobras, chefiado pelo 1º Batalhão, 149º Regimento de Infantaria, os “Guerreiros da Montanha”, é “realizar operações de apoio à paz em [Regional Command-East] a fim de manter um ambiente seguro e protegido e a liberdade de movimento, ao mesmo tempo em que apoia instituições em Kosovo, agências civis e esforços humanitários para manter as condições para um diálogo civil contínuo em direção a uma resolução política”, disse Hughes.

Liderar as operações de apoio à paz em Kosovo é diferente das operações que o batalhão de infantaria conduziu no passado, que geralmente se concentravam em áreas operacionais de contrainsurgência, como o Iraque. A sua missão passa agora por assegurar a manutenção de um ambiente seguro e protegido, bem como salvaguardar a liberdade de circulação do povo do Kosovo.




Batalhão dos EUA lidera força multinacional durante operações de apoio à paz em Kosovo



CAMP NOVO SELO, Kosovo – Soldados das Forças Armadas da República da Polônia participaram de uma evacuação médica, ou MEDEVAC, treinando com soldados do Exército dos EUA de Blue Ridge Dustoff, Task Force Pegasus, em Camp Novo Selo, Kosovo. , 21 de março de 2022 Durante o treinamento, os participantes aprenderam como carregar pacientes com segurança em helicópteros enquanto “rotavam”, bem como quais equipamentos especializados cada helicóptero MEDEVAC usa para tratar e transportar pacientes para um nível mais alto de atendimento.
(Crédito da foto: Sargento Matthew Damon, 1-149 Inf. Bn.)

VER ORIGINAIS

“Esta missão requer um conjunto de habilidades diferente do que uma unidade de infantaria tradicional está acostumada”, disse Hughes. “O treinamento em controle de distúrbios de multidões, patrulhas montadas e desmontadas e engajamentos de líderes-chave era imperativo antes da mobilização para garantir que uma linha de base de requisitos operacionais fosse estabelecida e os soldados pudessem se adaptar rapidamente aos conjuntos de missões ao chegar ao Kosovo.

Hughes disse que preparar seu batalhão para sua missão no Kosovo exigiu uma mudança de suas tarefas tradicionais para um conjunto de habilidades mais específico necessário para a natureza única de sua implantação na Europa Oriental, que começou com o treinamento anual da unidade em Camp Atterbury, Indiana, no último ano. verão.

“O batalhão também realizou dois eventos anuais separados de treinamento de pré-mobilização, um em outubro e outro em dezembro”, acrescentou Hughes. “Cada mandato permitiu que o batalhão se concentrasse em tarefas obrigatórias ao lado do [Kosovo-specific] treinamento focado”.




Batalhão dos EUA lidera força multinacional durante operações de apoio à paz em Kosovo



CAMP NOVO SELO, Kosovo – Soldados do Exército dos EUA com o 1º Batalhão, 149º Regimento de Infantaria, 116ª Brigada de Infantaria de Combate, 29ª Divisão de Infantaria, Guarda Nacional do Kosovo Kentucky, realizou treinamento de familiarização de armas em sistemas de armas primárias da Letônia sob a égide da Força de Kosovo da Letônia Contingente em Camp Novo Selo, Kosovo, 23 de abril de 2022. Como parte do Comando Regional Este, o Batalhão de Manobra da Força de Kosovo, soldados de várias nações da OTAN trabalham juntos para permitir que as forças armadas das nações parceiras desenvolvam a interoperabilidade e melhorem as capacidades.
(Crédito da foto: Sargento Alexander Hellmann, 1-149 Inf. Bn.)

VER ORIGINAIS

Agora em rotação no Kosovo, o QG do Batalhão “Guerreiro da Montanha” coordenou e dirigiu várias operações nomeadas em preparação para eventos que poderiam ter degradado a segurança e a liberdade de movimento.

“Essas repetições permitiram que o batalhão e cada um de seus [companies] por [solidify a] conceito de operações e refinar a estratégia sem sobrecarregar”, disse Hughes.

Além disso, “múltiplos casos de atividade ilegal no [administrative boundary line] foram perseguidos e resultaram em prisões para estabelecer um padrão de dedicação [a safe and secure environment] S [freedom of movement].”

Hughes atribui o sucesso de seu batalhão até agora ao trabalho árduo contínuo, dedicação e adaptabilidade de seus soldados enquanto operavam em um ambiente tão único.

“Os guerreiros da montanha são praticantes habilidosos de seu ofício e foram fortalecidos pela adição de soldados letões, poloneses e turcos”, disse ele. “Esses soldados demonstram um compromisso um com o outro diariamente. Este nível de compromisso só foi cumprido com atenção aos detalhes e um senso de urgência para o povo de Kosovo.”

You May Also Like

About the Author: Edson Moreira

"Zombieaholic. Amadores de comida amadora. Estudioso de cerveja. Especialista em extremo twitter."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.