Bellintani avalia necessidades, diz que busca dois ou três mais reforços e anuncia a saída de Jadson | baía

Em uma fase ruim do Campeonato Brasileiro, quando faz fronteira com a zona do rebaixamento, o Bahia busca se ajustar dentro e fora de campo para aumentar a produção. Nesta quarta-feira, o presidente do clube, Guilherme Bellintani, deu entrevista para o Programa Seleção e deu as novidades.

Guilherme Bellintani anuncia a saída do meio-campista Jadson – Foto: Felipe Oliveira / CE Bahia

Segundo Bellintani, foi decidido demitir o meia Jadson, que estreou como titular em duas partidas com Mano Menezes, mas não participou. O jogador foi emprestado ao clube pelo Cruzeiro até o final da temporada.

– Agora temos a demissão de Jadson, como parte do procedimento de reconstrução do elenco. A recomposição é importante. Podemos ter outros encerramentos. Falamos muito sobre esse aspecto. Sem querer responsabilizar nenhum jogador por isso. A responsabilidade é nossa. Como Jadson, pode haver outro fechamento, assim como outras chegadas, disse o presidente.

Bellintani diz ainda que o Bahia procura mais dois ou três jogadores para fortalecer o elenco. A esta altura da temporada, o clube acertou a chegada de Elias e Anderson Martins.

– Ao nível técnico do pessoal não basta dar resultados. Estamos fazendo alguns movimentos. O primeiro é o recrutamento. Dois já foram feitos, devemos fazer mais dois ou três. Ao contrário de outros momentos do início da temporada, com mais planejamento de contratações, esse é o momento de contratar jogadores que chegam por impacto de curto prazo de acordo com o que a comissão técnica deseja. Essas contratações são o desejo do treinador e da comissão técnica, não importa quantas vezes tenhamos que comentar. Estamos colocando nas mãos do técnico Mano Menezes e de sua comissão técnica.

– Procuramos identificar esses jogadores [para contratar]. Apenas um desses dois ou três está em negociação. Os outros não são porque a própria comissão técnica não pegou os jogadores. Você precisa ver o perfil do que deseja com base no perfil do que você tem. Temos uma negociação em andamento e uma ou duas como possibilidade. Traremos de quatro a cinco reforços no meio da temporada – completa Bellintani.

Jadson chegou no início do ano – Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia / Divulgação

Bellintani também deixou claro que a chegada e saída de jogadores são pontos importantes, mas não o suficiente para mudar a situação baiana. O presidente também deixou claro sua insatisfação com o momento que vive o time.

– Além da contratação, o importante é uma questão de posicionamento da equipe, principalmente tática. Uma equipe que tem muitos gols. É uma equipe que produz muitas ocasiões. Produzimos mais oportunidades do que adversários, mas temos uma conversão muito maior do adversário do que a nossa. Temos claramente um processo criativo em um nível razoável e estamos perdendo muitos gols. A equipe em campo está conseguindo se proteger mais, mas tem muito a evoluir.

– Por fim, nossa renúncia, visão absoluta de que a verdadeira melhora acontecerá com o comprometimento total dos atletas. Entendemos que isso melhorou (entrega), mas ainda oscila muito. No último jogo, um primeiro tempo diferente do segundo. Parece que precisamos de um golo ou dois para nos sentirmos mais desconfortáveis ​​com a situação. Digo ao torcedor que às vezes não fazemos cobranças públicas porque podem atrapalhar. Mas não paramos de fazer isso. É muito claro para mim que houve progressos, mas longe do que é necessário. A nossa situação não é fácil, temos uma visão do equilíbrio do campeonato. É uma oportunidade de mudar o que precisa ser mudado. E acima de tudo com um novo espírito.

A Bahia retorna a campo contra o Vasco em jogo marcado para as 19h15 (Brasília) desta quarta-feira, no estádio Pituaçu. O Tricolor está na 16ª colocação, com 12 pontos, sendo seis do Vasco, na nona colocação.

Veja outros trechos da entrevista de Guilherme Bellintani:

Proposta Régis
– Não há notícias concretas sobre isso. Ele é um atleta do clube. Nenhuma proposta formal chegou.

Contratando
– Não vamos contratar fãs para vir no dia seguinte e dizer que alguém chegou. Vamos fazer contratações atenciosas. Simplesmente não temos tempo para pensar. Ainda não identificamos, e a comissão técnica está encarregada desse trabalho, jogadores que podem entrar e sair para resolver. Ontem recebi uma missão e imediatamente começamos a negociar. Hoje deve haver mais uma notícia desses jogadores que eles estão analisando.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa Esteves

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *