Boko Haram libera centenas de crianças sequestradas em escolas nigerianas | Voz da america

Trezentos e quarenta e quatro crianças foram libertadas na quinta-feira após terem sido sequestradas na semana passada por Boko Haram de sua escola na Nigéria, de acordo com o governador do estado de Katsina.

Mas algumas crianças ainda estão desaparecidas, disse o governador Aminu Bello Masari à televisão estatal.

“Recuperamos a maioria das crianças. Não são todas”, disse ele ao canal estadual NTA, observando que as crianças que foram soltas foram encontradas em uma floresta no estado vizinho de Zamfara.

O porta-voz nigeriano Abdul Labaran disse em um comunicado que as crianças seriam levadas para a cidade de Katsina e que seriam reunidas com suas famílias, informou a BBC.

Um pai espera do lado de fora da Escola de Ciências do Governo em Kankara, no estado de Katsina, no noroeste da Nigéria, em 16 de dezembro de 2020.

A notícia chega logo depois que um vídeo foi divulgado na quinta-feira que supostamente mostrava algumas das centenas de crianças em idade escolar nigerianas sequestradas com o grupo militante Boko Haram.

A declaração de Labaran também disse que o vídeo era autêntico, mas uma mensagem do líder do grupo era de um imitador.

O vídeo, postado nas redes sociais, mostrou um grupo de crianças em uma área arborizada implorando para que as forças de segurança deixassem a área.

A Reuters e a agência de notícias francesa AFP não puderam confirmar imediatamente a autenticidade do vídeo, mas a AFP informou que recebeu as imagens no mesmo canal usado anteriormente pelo Boko Haram.

O grupo jihadista assumiu a responsabilidade no início desta semana pelos sequestros de 11 de dezembro no noroeste da Nigéria, mas não forneceu provas. Se as reivindicações do Boko Haram forem válidas, sua presença no estado de Katsina, no noroeste do país, indica que expandiu suas atividades para um novo território.

ARQUIVO: Mochilas e material escolar pertencentes a alunos da Escola de Ciências do Governo são vistos no chão onde homens armados sequestraram alunos, em Kankara, no estado de Katsina, Nigéria, no noroeste, em 15 de dezembro de 2020.

O vídeo, que apresentava o logotipo do Boko Haram, mostrava um adolescente perturbado cercado por um grande grupo de crianças alegando que ele era um dos 520 alunos sequestrados pela “gangue Abu Shekau”.

A batida da última sexta-feira em uma escola na zona rural de Kankara foi atribuída a criminosos que aterrorizaram a área durante anos.

Mas Boko Haram mais tarde assumiu a responsabilidade pelo ataque, que ocorreu a centenas de quilômetros de sua cidade natal, há uma década, no nordeste da Nigéria.

O governo nigeriano não comentou imediatamente sobre o lançamento do vídeo.

Em 2014, o Boko Haram sequestrou mais de 270 meninas da cidade de Chibok, no nordeste da Nigéria. Dezenas de meninas nunca voltaram para casa.

You May Also Like

About the Author: Jonas Belluci

"Viciado em Internet. Analista. Evangelista em bacon total. Estudante. Criador. Empreendedor. Leitor."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *