Bolsonaro diz que não acredita no número de novos casos de coronavírus em SP

JBr.

Com várias referências ao governador de São Paulo, João Doria (PSDB), o presidente da República, Jair Bolsonaro, declarou que alguns governadores querem “fazer um número político” de números sobre a contaminação e as mortes resultantes do novo coronavírus. Durante uma entrevista com o programa Brasil Urgente, Bandeirantes TVBolsonaro até duvidou dos dados publicados pela Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, que possui o maior número de casos. “Não acredito nesses números”, disse o presidente.

Durante a conversa, Bolsonaro argumentou que as medidas para conter o covid-19 deveriam ser tomadas de acordo com a “sazonalidade” e a localização, mas ele não apresentava uma base científica para a estratégia.

“São Paulo tem lugares onde está frio, outros onde está quente. O vale da Ribeira, por exemplo, é úmido. De acordo com a incidência, deve haver uma atuação diferente “, declarou o Presidente da República.

Bolsonaro estimou que o número de 58 mortes em São Paulo é “muito grande” para a população. “Você tem que ver o que está acontecendo lá. E não pode ser um jogo de números para favorecer o interesse político ”, declarou.

O presidente também respondeu a Doria sobre a preocupação do Brasil em acabar com uma situação semelhante à de outros países, como a Itália, que somente nesta sexta-feira registrou o registro de quase mil mortes.

O número total de mortes no país europeu chega a quase 8 mil. “Não há sentido em querer torturar números de fora do Brasil para justificar ações aqui”, disse ele.

“Quem quiser atacar nunca dirá que atacará”

O presidente também afirmou que “quem quiser realizar um golpe nunca dirá que viu um golpe”, quando perguntado se ele pretendia atacar.

Bolsonaro afirmou que não tomou medidas autoritárias em seu governo e não agiu contra a imprensa brasileira. Ele também argumentou que não restringia a liberdade na Internet.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.