Bolsonaro pode deixar a Flórida para o Brasil mais cedo, à medida que cresce a pressão para extraditá-lo

O ex-presidente brasileiro Jair Bolsonaro pode interromper suas férias pós-eleitorais na Flórida depois de enfrentar hospitalização e crescentes pedidos de extradição.

Bolsonaro estava originalmente programado para retornar ao Brasil no final de janeiro, mas o ataque à capital brasileira por milhares de seus apoiadores parece ter mudado seus planos. Ele disse à mídia brasileira que poderia sair mais cedo, atribuindo a possibilidade de sua hospitalização na semana passada por complicações relacionadas ao esfaqueamento em 2018.

O presidente derrotado também enfrentando apelos crescentes de democratas em Washington para extraditá-lo para o Brasil, onde enfrenta acusações de incitação ao ataque à capital.

“Vim para ficar até o final do mês, mas tenho a intenção de antecipar meu retorno”, disse à mídia brasileira.

GEORGE SANTOS ENFRENTA UM CASO DE FRAUDE REAVIVADO NO BRASIL EM MEIO À CONTURBAÇÃO DE WASHINGTON

O ex-presidente brasileiro Jair Bolsonaro foi tratado em um hospital na Flórida Central na segunda-feira por causa de dores abdominais.
(Twitter/@jairbolsonaro)

Uma visão do carro da polícia danificado enquanto apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro entram em confronto com as forças de segurança após invadir o Congresso Nacional em Brasília, Brasil, em 8 de janeiro de 2023. (Joedson Alves/Agência Anadolu via Getty Images)

Uma visão do carro da polícia danificado enquanto apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro entram em confronto com as forças de segurança após invadir o Congresso Nacional em Brasília, Brasil, em 8 de janeiro de 2023. (Joedson Alves/Agência Anadolu via Getty Images)

As autoridades brasileiras já Mais de 1.500 manifestantes presos que participaram do ataque, no qual milhares de apoiadores de Bolsonaro saquearam o Congresso, o Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal.

Bolsonaro fez poucas críticas dos distúrbios na noite de domingo e negou qualquer envolvimento em incitá-los. Os democratas compararam o ataque à invasão pró-Trump do Capitólio dos Estados Unidos em janeiro de 2021. Como o ex-presidente Donald Trump, Bolsonaro se recusou a ceder ao presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva e não compareceu à sua investidura.

LULA DO BRASIL É INAUGURADO NOVO PRESIDENTE APÓS BOLSONARO FUGIR PARA A FLÓRIDA CASA DO LUTADOR DE MMA

“Dois anos atrás, o Capitólio foi atacado por fanáticos, agora estamos vendo isso acontecer no Brasil”, twittou a deputada Ilhan Omar, D-Minn no domingo, “Solidariedade com [President] Lula e o povo brasileiro. As democracias de todo o mundo devem se unir para condenar este ataque à democracia.”

“Bolsonaro não deveria se refugiar na Flórida”, acrescentou.

Apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro entram em confronto com as forças de segurança enquanto invadem o Congresso Nacional em Brasília, Brasil, em 8 de janeiro de 2023.

Apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro entram em confronto com as forças de segurança enquanto invadem o Congresso Nacional em Brasília, Brasil, em 8 de janeiro de 2023.
(Mateus Bonomi/Agência Anadolu via Getty Images)

Carros de polícia são retratados em meio a gás lacrimogêneo depois de serem empurrados para fora da estrada por um apoiador do ex-presidente de extrema direita Jair Bolsonaro, que contesta a eleição do presidente esquerdista Luiz Inácio Lula da Silva, durante protestos, em Brasília, Brasil, 8 de janeiro , 2023. REUTERS/Antonio Cascio SEM REVENDA.  SEM ARQUIVOS

Carros de polícia são retratados em meio a gás lacrimogêneo depois de serem empurrados para fora da estrada por um apoiador do ex-presidente de extrema direita Jair Bolsonaro, que contesta a eleição do presidente esquerdista Luiz Inácio Lula da Silva, durante protestos, em Brasília, Brasil, 8 de janeiro , 2023. REUTERS/Antonio Cascio SEM REVENDA. SEM ARQUIVOS

Os representantes Alexandria Ocasio-Cortez, D-NY, e Joaquin Castro, D-Texas, ecoaram a chamada.

“Os Estados Unidos devem parar de conceder refúgio a Bolsonaro na Flórida”, escreveu Ocasio-Cortez.

Castro também pediu a extradição de Bolsonaro para o Brasil durante uma aparição na CNN. O escritório de Omar não respondeu imediatamente quando perguntado se apoiava tal movimento.

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O APLICATIVO FOX NEWS

O presidente brasileiro Lula da Silva o nomeou pessoalmente responsável pelo ataque, embora nenhuma acusação ou investigação formal tenha sido feita.

“Ele não apenas provocou ou encorajou isso, ele ainda está encorajando através da mídia social”, disse Da Silva no domingo.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *