Brasil: Milhares Deslocados por Enchentes no Nordeste: FloodList

Chuvas torrenciais e transbordamento de rios no nordeste do Brasil levaram milhares de pessoas a deixar suas casas nos estados de Alagoas, Pernambuco e Rio Grande do Norte. Uma pessoa foi dada como desaparecida em enchentes em Pernambuco.

Limpeza de enchente em Jaqueira, Pernambuco, Brasil, julho de 2022. Foto; Prefeitura de Jaqueira

Alagoas

As fortes chuvas caem no estado de Alagoas desde o início do mês. Porto de Pedras registrou 97,6 mm de chuva em 24 horas até 2 de julho de 2022. Em 3 de julho, o órgão estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos informou que os rios estavam acima da marca de perigo em 5 locais: o rio Paraíba, em Viçosa; o Rio Canhoto em São José da Laje; o rio Mundaú em Murici; o Rio Jacuípe em Jacuípe; e o Rio Mundaú em Río Largo.

A Defesa Civil do estado disse que 39.285 pessoas deixaram suas casas e se mudaram para ficar com parentes ou para um abrigo de emergência.

Mais de 50 municípios foram atingidos, sendo as populações de Viçosa, São José da Laje e Coruripe as mais afetadas.

As fortes chuvas em maio deste ano causaram graves inundações no estado e 4 pessoas perderam a vida. A agência estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos informou que nos 60 dias até 3 de julho, o estado registrou a quantidade de chuvas normalmente observada ao longo do ano.

pernambuco

O estado de Pernambuco também registrou fortes chuvas nos últimos dias. Barreiros registou 94,6 mm de chuva em 24 horas no dia 1 de julho. Garanhuns registrou 110,8 mm nas 24 horas seguintes.

A mídia local noticiou evacuações nos municípios de Barreiros, Canhotinho e Itaíba, entre outros. Em 3 de julho, a Defesa Civil Nacional do Brasil disse que quase 4.200 pessoas deixaram suas casas em 24 municípios. Uma pessoa foi dada como desaparecida após ser arrastada por enchentes na Jaqueira. O governador Paulo Câmara visitou algumas das áreas afetadas, incluindo São Benedito do Sul, em 3 de julho de 2022.

Mais de 80 pessoas perderam a vida em graves inundações e deslizamentos de terra no estado em maio deste ano.

Rio Grande do Norte

As fortes chuvas de 2 de julho de 2022 causaram inundações que destruíram estradas e danificaram casas em partes da Região Metropolitana de Natal, no estado do Rio Grande do Norte. O governo da cidade abriu escolas para abrigar os desabrigados e distribuiu colchões e outros suprimentos de socorro. Ponta Negra em Natal registrou 160 mm de chuva em 24 horas até 03 de julho de 2022.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.