Bruno escreve mensagem de despedida para Lube Civitanova

Civitanova, Itália, 8 de abril de 2020 – A passagem vitoriosa de Bruno Rezende pelo Cucine Lube Civitanova da Itália está chegando ao fim quando o experiente armador brasileiro escreveu uma mensagem de despedida ao clube e ao país em seu Instagram.

Após a decisão de cancelar o restante da temporada 2019-2020 da Liga Italiana devido à pandemia do coronavírus, o armador de 33 anos anunciou sua decisão de deixar o clube após duas temporadas de muito sucesso.

“Terminar a temporada desta forma não é bom. Mas, como sabemos, o mais importante é preservar a saúde de todos e evitar que a Itália tenha mais problemas. O que posso dizer sobre essas duas temporadas? Que aventura incrível. Nunca pensei que seria capaz de criar algo tão especial com um novo grupo. Ele estava cheio de emoções. Passamos por contratempos dolorosos, viramos jogos que pareciam perdidos e vivemos triunfos inesquecíveis. Não podemos negar que no esporte o objetivo final é sempre vencer. Ser o campeão significa muito. Mas olhando para o nosso caminho e a atmosfera que criamos no camarim, essas coisas são douradas. Sempre morei sozinho, mas nunca me senti sozinho. Fiz amigos que vou levar para a minha vida e isso é extraordinário. Gostaria de agradecer a todos aqueles que me receberam na cidade e no clube de braços abertos, desde os torcedores a todos que trabalham pela comunidade. Todos vocês me incentivaram a lutar pelos meus objetivos pessoais, mas sempre colocando o time em primeiro lugar. Eu sempre serei grato! Obrigado treinador e staff, por nos darem sempre as melhores condições. E meus sinceros agradecimentos aos meus colegas e irmãos por estarem ao meu lado mesmo nos momentos difíceis. Abraço cada um de vocês e os carregarei no meu coração para sempre ”, escreveu.

Durante suas duas temporadas com Lube, Bruno, que veio dos rivais italianos Modena, levou a equipe a conquistas significativas, como a medalha de ouro no Campeonato Mundial Masculino de Clubes da FIVB de Voleibol 2019, quando foi o Jogador Mais Valioso e Melhor Organizador. , e vitórias na Liga dos Campeões da Europa e na Liga e Copa da Itália.

Bruno é atualmente o capitão da Seleção Brasileira e possui uma trajetória histórica a nível internacional. Campeão olímpico Rio 2016, o armador também arrecadou medalhas de prata nos Jogos de Pequim 2008 e Londres 2012, além de vencer o Campeonato Mundial de Voleibol FIVB 2010, a Copa do Mundo FIVB de Voleibol 2019 e duas edições dos Jogos Pan-americanos.

O armador ainda não anunciou seu próximo time, mas confirmou que voltará ao Campeonato Brasileiro, onde já conquistou seis títulos, sendo o EMS Taubaute Funvic seu destino mais provável.

“O retorno ao Brasil está muito próximo”, disse ele em entrevista ao site brasileiro Webvolei há um mês. “É isso que eu quero para o meu futuro. É uma decisão pessoal e tem muito a ver com minha família. Acho que o campeonato italiano ainda é o melhor do mundo, mas voltar para casa é o caminho que agora faz mais sentido para mim. Tenho muita vontade de ajudar a Superliga Brasileira a crescer e agora que faço parte da Comissão de Atletas, acho que é o momento certo para estar mais perto e fazer parte desse processo ”.

Se Bruno assinar com o Taubaté, será treinado por outro armador lendário, já que o argentino Javier Weber foi recentemente contratado pelo clube.

Mais vôlei do Brasil:

You May Also Like

About the Author: Ivete Machado

"Introvertido. Leitor. Pensador. Entusiasta do álcool. Nerd de cerveja que gosta de hipster. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *