BSBIOS construirá usina de etanol de cereais no Brasil

PORTO ALEGRE, BRASIL — A empresa brasileira de biocombustíveis BSBIOS assinou um acordo para construir a primeira usina de etanol de grande porte no estado do Rio Grande do Sul, processando grãos, principalmente trigo, para aumentar a produção local do combustível renovável.

Quando concluída em 2027, a unidade de US$ 102,5 milhões de Passo Fundo produzirá etanol e farelo a partir do processamento de grãos como milho, trigo, triticale, arroz e sorgo, entre outros. Processará 1.500 toneladas de grãos por dia para produzir anualmente 58,117 milhões de galões de etanol (anidro ou hidratado) e 155 mil toneladas de grãos secos de destilaria com solúveis (DDGS) para ração animal.

A BSBIOS assinou Memorando de Entendimentos em 20 de junho com o Rio Grande do Sul e investirá US$ 58,25 milhões na primeira fase a partir do segundo trimestre de 2023 com produção a partir do segundo semestre de 2024. Atualmente, o Rio Grande do Sul importa 99% de seu etanol para atender à demanda, e a nova planta suprirá 23% dessa necessidade até 2027, quando atingir a capacidade total.

“O Rio Grande do Sul é um estado importador de etanol e, com esse investimento, ampliaremos nossa capacidade de produção de biocombustíveis aqui na região sul, aderindo ao programa Pró-Etanol”, disse Erasmo Carlos Battistella, presidente da BSBIOS. “A iniciativa representará um aumento na oferta de farelo para as cadeias produtivas de proteína animal, além de promover investimentos no desenvolvimento de tecnologia genética para a produção de trigo específico para produção de etanol e ser uma oportunidade viável de renda para os agricultores. a safra de inverno. cereais.”

O investimento do BSBIOS faz parte da Política Estadual de Estímulo à Produção de Etanol, que criou o Programa Estadual de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Etanol (Pró-Etanol) para estimular o aumento da produção no estado, região pouco apta para o cultivo do açúcar cana para etanol.

No contexto do Pró-Etanol, essa iniciativa permitirá aproveitar melhor as áreas produtivas do estado, aumentar a liquidez para as lavouras de inverno, fortalecendo nossa economia”, disse Giovani Faé, chefe de Transferência de Tecnologia da Embrapa-Trigo ( Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), com a qual a BSBIOS firmou parceria para a produção de novos materiais. Além disso, desenvolveremos planos para estimular a produção de grãos de inverno como alternativa viável de renda.”

A BSBIOS também fez parceria com a Biotrigo Genetica, empresa líder em melhoramento de trigo na América Latina. A empresa está trabalhando no desenvolvimento genético de duas cultivares de trigo com alto teor de amido exclusivamente para produção de etanol.

A usina produzirá energia própria com cogeração de biomassa, e a energia excedente será disponibilizada para a rede de distribuição municipal. Não haverá lançamento de efluentes líquidos, que serão utilizados para a produção de vapor no processo produtivo, informou a empresa.

You May Also Like

About the Author: Jonas Belluci

"Viciado em Internet. Analista. Evangelista em bacon total. Estudante. Criador. Empreendedor. Leitor."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.