Cláudia Gadelha perde por pontos para Yan Xiaonan e se afasta da disputa do cinturão de palha

C. Gadelha (esquerda) foi derrotado por Y. Xiaonan (direita) no UFC Las Vegas 13. Foto: Reprodução / Instagram

Ex-candidata ao cinturão peso-palha feminino (até 52,1 kg), Cláudia Gadelha não teve a performance dos sonhos neste final de semana. Na luta que abriu o card principal do UFC Las Vegas 13, disputado neste sábado (7), nos Estados Unidos, o brasileiro teve um confronto difícil contra Yan Xiaonan e acabou perdendo por pontos após três rodadas.

Gadelha subiu ao octógono com a obrigação de vencer para confirmar a boa fase e colocar-se em posição de disputar o título, que, hoje, pertence ao Weili Zhang. O revés, porém, priva momentaneamente o brasileiro da possibilidade de enfrentar o campeão.

Enquanto o brasileiro teve uma sequência de duas vitórias interrompidas, Xiaonan provou que é, de fato, um nome a se zelar para a organização. A vitória sobre o Mossoroense cimentou a invencibilidade chinesa no Ultimate, que já soma seis resultados positivos consecutivos.

Após o confronto, Yan deve chegar ao top 5 de uma vez por todas, tirando a quarta colocação do brasileiro. Antes de trocar forças com Gadelha, os chineses ocupavam o oitavo lugar no grupo.

A luta

O confronto começou com os chineses tomando a iniciativa com um chute rasteiro. O brasileiro respondeu com dois centros na cara do adversário. O duelo ainda estava movimentado no centro do octógono. Nos primeiros segundos, Gadelha surpreendeu Yan com uma escada, que sacudiu o adversário. O Mossoroense quebrou e levou o adversário ao chão. No chão, Cláudia seguia acertando o adversário com golpes e para cima e para baixo, enquanto Xiaonan tentava se defender. Os chineses mostraram força e conseguiram se levantar, mas Gadelha insistiu no clinch, pressionando Yan contra as grades. O tempo passou e Claudinha continuou testando o adversário na isometria, mas sem muita força. Na falta de ação, o árbitro fez os lutadores se afastarem. Logo após a volta, o brasileiro voltou a derrubar os chineses, mas não deu tempo.

Na segunda etapa, Cláudia também começou melhor. A brasileira voltou a surpreender a rival com uma série de cruzadas, mas as chinesas começaram a abrandar no confronto. Perigoso nos contra-ataques, Xiaonan aguardou os ataques do Mossoroense e dispensou os ataques com jabs e chutes. Os combatentes permaneceram travados em um confronto intenso, trocando ataques no centro do octógono. A vantagem, porém, foi para a chinesa, que marcou mais e abriu os braços. Foi difícil para Gadelha entrar no campo de ação do adversário e Yan aproveitou, respondendo com jabs e direto, que entrou limpo na cara do Mossoroense. Nos segundos finais, Cláudia tentou derrubar o adversário, mas o cronômetro parou.

Na última rodada, os atletas precisaram se dar o máximo para não deixar dúvidas, caso o confronto fosse por decisão dos juízes. Desde o início, Cláudia optou pela luta acirrada e passou a pressionar os chineses contra as grades. O brasileiro pressionou forte, mas Xiaonan não permitiu a queda. Os chineses conseguiram escapar e o confronto foi jogado novamente no centro do octógono. Yan ainda era perigoso com seus jabs e o brasileiro ainda tinha dificuldade em encontrar sua distância. No meio da rodada, o Mossoroense buscou novamente a queda, mas Xiaonan impediu as ações do brasileiro. Sem acusações, os combatentes foram novamente separados pelo árbitro. Nos segundos finais, os lutadores trocaram jabs e tentaram marcar e partiram para o acerto direto, mas a luta acabou.

Giga Chikadze atropela Jamey Simmons com nocaute devastador

G. Chikadze (esq.) Chutes que determinaram a derrota de J. Simmons (dir.) Não UFC Las Vegas 13. Foto: Reprodução / Instagram

‘Crea’ do professor Rafael Cordeiro, Giga Chikadze mais uma vez brilhou no octógono do UFC. No confronto com Jamey Simmons, o peso pena (até 65,7 kg) abriu a caixa de ferramentas e sobreviveu ao rival com um nocaute devastador no primeiro assalto.

O duelo entre os atletas ainda foi movimentado, com ataques, mas após uma sequência de dois chutes altos, Chikadze conseguiu quebrar a guarda do rival, que caiu. Então Giga precisou de mais alguns golpes para acertar as contas. O resultado confirmou a invencibilidade do georgiano no Ultimate, com cinco resultados positivos consecutivos.

Enquanto o adversário comemora, Jamey lamenta o revés sofrido na UFC Las Vegas 13. O duelo marcou a estreia do americano pela empresa e o terceiro revés em 10 combates de MMA.

Resultados do UFC Las Vegas 13

CARD PRINCIPAL

Peso-pesado leve: Thiago Marreta X Glover Teixeira

Peso pesado: Andrei Arlovski X Tanner Boser

Peso gaulês: Raoni barcelos x Khalid Taha

Peso pena: Giga Chikadze derrotou Jamey Simmons por nocaute técnico a 3m51s de R1

Peso palha: Yan Xiaonan derrotado Cláudia Gadelha na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

CARTÃO PRELIMINAR

Peso médio: Trevin Giles derrotou Bevon Lewis por TKO 1m26s de R3

Peso pesado: Alexandr Romanov em destaque Marcos Pezão com estrangulamento 4m48 de R1

Peso pena: Darren Elkins enviado Luiz eduardo garagorri Com um afogador traseiro desencapado a 2m22s do R3

Peso meio-médio: Max Griffin derrotou Ramiz Brahimaj por nocaute técnico a 2m03s de R3

Peso do galo: Gustavo López submeteu Anthony Birchak com um mata-leão a 2m43s do R1

You May Also Like

About the Author: Ivete Machado Castilho

"Introvertido. Leitor. Pensador. Entusiasta do álcool. Nerd de cerveja que gosta de hipster. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *