Clubhouse anuncia expansão do programa de financiamento ‘Creator First’ para criadores de conteúdo no Brasil

Enquanto os downloads do Clubhouse são desacelerando nos EUA, o aplicativo de áudio social está ganhando força em outras regiões, com o lançamento de seu aplicativo para Android no mês passado, abrindo novas oportunidades em uma variedade de mercados importantes.

Entre eles estão a Índia e o Brasil, onde o Android é claramente o sistema operacional dominante, e para capitalizar essa atenção, o Clubhouse está expandindo rapidamente seu programa de treinamento e financiamento Creator First para fornecer mais oportunidades para criadores nessas nações.

O Clubhouse anunciou o Creator First India na semana passada, e o Brasil agora tem sua própria versão dedicada da iniciativa.

De acordo com Casa do clube:

“Os aspirantes a moderadores, apresentadores e criadores da plataforma receberão apoio direto em torno da produção e desenvolvimento criativo, com a promoção de seus programas, bem como apoio financeiro vinculando criadores a marcas ou uma bolsa mensal.”

Conforme observado, o Creator First Brazil fornecerá aos participantes selecionados suporte e orientação contínuos para ajudá-los a desenvolver seus conceitos no aplicativo. O Clubhouse também oferece aos participantes do programa uma renda garantida de pelo menos US $ 5.000 por mês para ajudar em seus esforços.

O Clubhouse não divulgou números oficiais, mas claramente está ganhando espaço entre os usuários brasileiros. Semana passada, Clubhouse atualizou o ícone do seu aplicativo a uma imagem de brasileiro @dandarapagu – “uma voz única que representa o melhor da comunidade Clubhouse.”

“Dandara chegou ao topo da cena club brasileira quando começou a moderar conversas para criadores que lidavam com síndrome do impostor, raça, direitos humanos e entretenimento, durante as quais entrevistou personalidades da televisão reconhecidas”.

O Clubhouse também observa que os membros brasileiros da comunidade do Clubhouse “se tornaram alguns dos mais excepcionais, criativos e emocionantes do mundo”.

“Vimos salas conversando sobre futebol, política, aprendendo inglês, pessoas compartilhando receitas de família, artistas compartilhando dicas sobre como criar e interagir com seu público e clubes de crítica literária, só para citar alguns”.

Dado que 92% da população adulta do Brasil agora você tem um smartphone, em uma população total de 214 milhões, faz sentido para o Clubhouse tornar a nação um foco principal e, se puder impulsionar o uso tanto no Brasil quanto na Índia, isso pode ajudar muito a manter o ritmo de crescimento, mesmo com o Twitter e agora o Facebook lançando suas próprias redes sociais opções de áudio.

Resta saber se esse tipo de financiamento é um modelo viável para impulsionar e fazer com que o público volte, mas o Clubhouse está trabalhando para explorar todas as oportunidades à medida que busca cimentar um nicho na esfera social.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *