com mais dois, São Paulo empata com Fortaleza

Em mais um confronto entre o técnico Rogério Ceni e o clube que defendeu ao longo de sua carreira como jogador, Fortaleza e São Paulo fizeram um grande jogo nesta quarta-feira (14/10), no Castelão, na primeira jornada da final do torneio. Copa do Brasil.

Eletrizante, o jogo foi cheio de alternativas, teve duas expulsões do lado do time cearense e terminou empatado em 3 x 3 – foi a primeira vez que Ceni não saiu de campo derrotado pelo ex-clube.

O jogo

A primeira parte foi animada. Logo no início da partida, o Fortaleza conseguiu abrir o placar em uma jogada de bola aérea, muito trabalhada pelo técnico Rogério Ceni. Após cobrança de escanteio, Paulão venceu Daniel Alves e cabeceou, mas o goleiro Tiago Volpi fez excelente defesa. No entanto, no rebote David foi mais rápido e abriu o placar.

Mesmo atrás do placar, o São Paulo não mudou sua forma de atuação. E ele foi recompensado com o empate. Aos 15 minutos, Gabriel Sara foi até a linha de base e cruzou atrás. Luciano chutou feio, mas Brenner, que tem sido o atacante mais eficiente do time tricolor, aproveitou o fato de ter ficado livre para marcar na pequena área e apenas se escorar nas redes.

Mas o São Paulo não teve tempo de pensar em uma mudança de rumo e o Fortaleza voltou a assumir a liderança no placar. Aos 20, o lateral-direito Tinga levou a bola pelo centro em direção ao gol e arriscou forte de fora da área. Tiago Volpi se esticou por toda parte para tentar espalhar, mas sem sucesso. A bola entrou no ângulo.

Com a vantagem no placar, o Fortaleza conseguiu manter a bola nos pés com mais frequência. O time tentou vencer o jogo, mas o São Paulo teve forte marcação, ficando perto do gol rival e sem dar muitos espaços para contra-ataques.

De tanto insistir, o São Paulo conseguiu empatar novamente antes do final do primeiro tempo. Aos 43 anos, Gabriel Sara deu um belo toque de calcanhar em Igor Vinicius para acelerar o resultado final. O lateral cruzou forte para Luciano e fez o segundo gol do time do Morumbi – o goleiro Felipe Alves quase defendeu.

Segunda vez

Na segunda etapa, às 10 horas, Gabriel Sara fez excelente passe em velocidade para o Brenner, que driblou o goleiro Felipe Alves e foi derrubado. No momento da jogada, o árbitro sancionou o goleiro com cartão amarelo, mas após revisão de quase dez minutos pelo VAR (Vídeo Arbitragem), o goleiro foi expulso.

O atraso do VAR parece ter esfriado os jogadores paulistas. Aos 19 anos, ainda um ano mais jovem, o Fortaleza alcançou seu terceiro gol. Juninho escapou pela direita e cruzou de cabeça de Gabriel Dias, que tentou no canto esquerdo, sem chance para Volpi.

O Fortaleza teve a chance de marcar o quarto logo depois. Yuri César recebeu na velocidade, venceu a defesa e acertou forte na saída do goleiro paulista, a bola explodiu na trave.

Perdendo, Fernando Diniz decidiu fazer uma mudança arriscada e chamou o zagueiro Bruno Alves para a entrada do meia Vitor Bueno. Depois, mandou Pablo e Paulinho Boia para o campo.

A partida ficou ainda mais acirrada para o Fortaleza aos 42 minutos, quando Carlinhos foi expulso de forma infantil, por suposta ofensa ao árbitro. De tanta insistência, o São Paulo buscou seu terceiro empate no jogo. Em mais uma bela jogada de Gabriel Sara, Daniel Alves entrou na área livre e cruzou rasteiro. No rebote, Brenner marcou outro gol no jogo – foi o oitavo gol do atacante na temporada. Ele é o artilheiro do time em 2020 com um gol a mais que Pablo.

Aos 54 minutos, mais polêmico – na revisão de um possível pênalti para o São Paulo, o árbitro consultou o VAR, mas decidiu não marcar o pênalti. Mas o jogo terminou empatado em um ótimo 3 x 3.

Após o jogo, Brenner preferiu elogiar a disposição dos paulistas no jogo. “Sabemos que do outro lado está um grande treinador, de uma grande equipa. Hoje tivemos um poder de reação muito bom, reagimos e buscamos o empate três vezes. O Fortaleza é uma equipe muito qualificada, forte e que tem um bom contra-ataque. Infelizmente não ganhamos, mas um empate fora de casa também é um bom resultado ”.

You May Also Like

About the Author: Ivete Machado Castilho

"Introvertido. Leitor. Pensador. Entusiasta do álcool. Nerd de cerveja que gosta de hipster. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *