Conferência de imprensa pós-qualificação da FIA – GP da Bélgica de 2022

MOTORISTAS

1 – Max VERSTAPPEN (Red Bull Racing), 2 – Carlos SAINZ (Ferrari), 3 – Sergio PÉREZ (Red Bull Racing)

ENTREVISTAS NO PARQUE FECHADO

(Dirigido por Naomi Schiff)

P: Max, parabéns. Foi uma volta incrível, mais de seis décimos de Sainz e na frente de seus fãs. Como você se sentiu?

Max VERSTAPPEN: Sim, foi uma classificação incrível, mas acho que estivemos nisso durante todo o fim de semana. O carro está funcionando muito bem e basicamente tentando ajustá-lo e tudo correu bem na classificação. Claro, eu tive que ter um pouco de cuidado com quantos pneus eu estava usando. Também estou procurando amanhã, sabe, começando pelas costas, mas sim, muito feliz com meu retorno e é ótimo estar aqui. É uma faixa incrível, há fãs incríveis e sim, espero que tenham tido um bom dia.

P: Bem, você mencionou lá, há muitas penalidades no grid amanhã. Você vai largar em 15º, com Charles no seu encalço, mas com uma vantagem tão confortável no campeonato, como você vê a corrida de amanhã?

MV: Precisamos avançar. Acho que, especialmente com um carro como este, seria uma pena não estar no pódio.

P: Carlos, desejamos-lhe boa sorte, parabéns, você foi promovido ao topo do grid de largada amanhã. Como foi isso para você?

Carlos SAINZ: Foi bom. Quero dizer, feliz por largar da pole, obviamente não tão feliz em ver a diferença para Max neste fim de semana e a diferença que a Red Bull tem sobre nós. Precisamos ver por que a Red Bull é tão rápida nesta pista e por que os estamos seguindo, mas largar da pole é um bom lugar para começar e tentaremos vencer a partir daí amanhã.

P: Bem, parecia haver um verdadeiro esforço de equipe na última volta, mas não fez diferença. Como você planeja ficar à frente de Checo na corrida de amanhã?

CS: Sim, meu Q3, rodar um foi mais limpo. A volta de saída foi um pouco confusa, brincando com o trailer, vendo quem queria liderar e no final eu tive que liderar e não tinha trailer e tive que assumir a liderança lá. Mas no final foi um pouco complicado e a primeira volta foi boa o suficiente para o P2, o que eu sabia que me daria a pole. Mas sim, ainda é um grande quebra-cabeça, você sabe, ver essa grande diferença para Max e ver a grande diferença para Red Bull, o que me faz pensar no que vai acontecer amanhã na corrida, porque acho que nosso ritmo de corrida é um pouco um pouco melhor. do que o nosso ritmo de qualificação, mas definitivamente há algo para encontrar.

P: Bem, o primeiro lugar no grid é certamente algo para sorrir. Parabéns e boa sorte amanhã. Checo, bem feito hoje. Amanhã você vai largar na primeira fila do grid. Quais são suas expectativas amanhã?

Sergio PÉREZ: Sim, com certeza. Quero dizer, P2 não é o pior lugar para se estar por aqui. Acho que se eu puder fazer uma boa corrida com Carlos, pode ser diferente, posso estar do outro lado da estrada, então, olhando para frente, acho que haverá uma grande corrida pela frente.

P: Há muitas penalidades no grid, mas você certamente está na melhor posição aqui para ganhar uma oportunidade. Você está apenas cinco pontos atrás de Charles. Então, como você maximiza isso amanhã?

SP: Sim, será muito importante, sabe, ter uma boa largada e tentar fazer nossa própria corrida desde o início e acho que isso será a chave para amanhã.

CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

P: Max, parabéns. Ninguém poderia tocar seu ritmo hoje. Conte-nos sobre sua margem de seis pontos de segundo em campo. Quão bom era o carro?

MV: Sim, o carro esteve bom todo o fim de semana. E isso é, claro, um começo muito bom também. É claro que você está fazendo alterações no carro, mesmo antes da qualificação, e acho que funcionaram ainda melhor. Muito satisfeito. Claro, você nunca sabe qual será a margem, mas a sensação no carro foi muito boa durante todo o fim de semana.

P: Onde o carro foi particularmente forte?

MV: Cantos retos…! Tem sido bem! Me senti muito bem no carro.

P: Este é o melhor que o carro teve na qualificação nesta temporada?

MV: Quer dizer, também depende um pouco do layout da pista. Você sabe, às vezes é um pouco mais fácil fazer uma volta do que outras pistas onde, se você tiver um pequeno bloqueio, você perde muito tempo de volta e outras coisas. Mas sim, eu diria que é definitivamente um dos melhores.

P: Avancemos para amanhã, é claro que você vai largar mais para trás devido a penalidades no grid. Quais são os objetivos para este grande prêmio?

MV: Bem, acho que com o ritmo que temos no carro, quero avançar e quero estar pelo menos no pódio.

P: Carlos, vamos até você agora. Você vai largar na pole position amanhã, sua melhor largada aqui em Spa. Como estava seu carro hoje?

CS: Em termos de sentimento geral, foi bom. Não temos grandes problemas de equilíbrio. É claro que, durante todo o fim de semana, temos apenas um déficit de ritmo para Red Bull e Max. É um pouco desconcertante porque estivemos no ritmo durante todo o ano. Sabes, hemos estado luchando por la pole todo el año, pero por alguna razón en esta pista, este fin de semana, no sé si son las temperaturas, la eficiencia de su auto o lo que sea que los está poniendo en un estado saludable, muito saudável. – margem à frente que está dificultando um pouco a nossa vida. Mas ainda assim, tivemos uma boa qualificação como equipa e conseguimos a pole para amanhã e vamos tentar ganhar a partir daí.

P: Você disse, um pouco antes, que havia mais por vir naquela segunda volta do Q3. Se tivesse sido uma volta limpa, quão perto de Max você acha que poderia estar?

CS: Não muito mais rápido. O Q3 já foi uma volta bem limpa. Obviamente, com um reboque de Charles, perdi um pouco a frenagem na curva 5-6-7 e perdi um pouco lá. Mas não havia mais do que um décimo nele. Então quando você vê a diferença com Max, você se pergunta onde… quanto foi, eu nem sei, sete décimos ou oito décimos? Ele esteve lá todo o fim de semana porque TL3, TL2, ele sempre esteve mais de meio segundo à nossa frente em todos os compostos, em todas as situações. Então, alguns trabalhos de casa para fazer lá. E se não, acho que na corrida podemos ser um pouco mais competitivos.

P: Bem, dada a confusão no grid de amanhã, você vê esta corrida como uma batalha direta entre você e Checo?

CS: Não exatamente, não, principalmente com o ritmo que Max tem. Acho que assim que houver um Safety Car que possa ajudá-lo a diminuir a diferença, ou mesmo com o ritmo que ele tem, se você traduzir para 44 voltas, ele pode voltar, e vimos isso. Quero dizer, esse não será meu foco, obviamente o primeiro e o segundo stint serão uma batalha direta com Checo e Mercedes, se eles tiverem ritmo de corrida, e tentaremos fugir com certeza, mas Eu poderia. Não desconsidere os dois caras lá atrás que conseguiram.

P: Só para esclarecer, Carlos, você acha que Max pode lutar pela vitória amanhã?

CS: Sim, acho que sim. Se ele tivesse feito sua volta como fez hoje, eu também teria certeza de que eu… e assim que algo acontecer na frente, ou houver um carro de segurança para diminuir a diferença, ele poderá fazê-lo.

P: Tcheco, vamos falar sobre sua sessão. Quão bom foi o carro, quão boa foi sua volta mais rápida?

SP: Sim, estava indo bem. O terceiro trimestre não foi tão fácil. Na minha primeira volta, acabei sendo o carro líder, basicamente, e sem trânsito por aqui você pode perder um pouco. Ainda assim, a volta não foi muito, muito limpa, então havia mais por vir e então na minha segunda volta ficamos sem tempo. Havia muito trânsito pela frente. Sim, acabei muito perto dos carros à frente e não tinha aderência, então acabei indo direto para a curva cinco.

P: E quanto à taxa de longo prazo do seu carro? Você acha que será tão eficaz na corrida de amanhã quanto foi uma volta?

SP: Sim, definitivamente temos pelo menos uma boa ideia de onde deixar o carro para amanhã. Foi muito útil, a longo prazo com ele hoje, aprendemos muito. E espero que amanhã possamos traduzir isso em ritmo de corrida.

P: Agora, e a primeira volta amanhã? Se você olhar nos livros de história, muitas vezes o segundo lugar foi um lugar melhor para começar este Grande Prêmio do que a pole position. Como você vê a volta inicial?

SP: Sim, eu acho que você certamente não quer dirigir em direção a Eau Rouge se houver um carro atrás de você, muito perto. Mas sim, espero que possamos aproveitar ao máximo, começar bem e tirar a vantagem de Carlos logo no início.

PERGUNTAS DO PISO

P: (Rodrigo Franca – Car Magazine Brasil) Max, largando em 15º, mas junto com Leclerc, você acha que existe uma corrida diferente? A mídia está dizendo que é como uma corrida de grid reverso para amanhã? Como você encara essa carreira?

MV: Sim, sobreviver à primeira volta, claro, é o mais importante, mas depois disso preciso passar alguns carros, antes de entrar em uma posição competitiva. Mas também é um pouco como a Hungria. Claro, é um pouco mais para trás agora, mas o básico é o mesmo.

P: Max, como o cascalho que sai da curva 1 afeta as coisas na primeira volta amanhã?

MV: Sim, você não quer acertar isso. Não é um carro de rally em que estamos, então você tem que ficar longe disso.

P: Mas você acha que veremos pessoas um pouco mais conservadoras entrando na curva 1?

MV: Acho que sim. Você já podia ver na corrida de F3 que normalmente na antiga especificação da pista as pessoas simplesmente abriam e depois voltavam porque deixavam. Claro, agora você não pode, então agora todos serão um pouco mais cautelosos.

P: (Bastien Dauby – Motorsinside.com) Checo, amanhã você tem a chance de terminar em segundo no campeonato à frente de Charles, então como você consegue fazer sua corrida amanhã? Você vai atacar muito ou vai ser mais conservador?

SP: Não, eu definitivamente acho que há uma boa oportunidade para amanhã, começando P2, especialmente por aqui, por aqui é sempre uma grande oportunidade. E assim eu vou. Eu realmente espero poder fazer minha própria corrida desde o início, isso será fundamental para minhas esperanças amanhã.

You May Also Like

About the Author: Ivete Machado

"Introvertido. Leitor. Pensador. Entusiasta do álcool. Nerd de cerveja que gosta de hipster. Organizador."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.