Coronavírus faz com que Detrans libere CNH devido a teste de bafômetro

JBr.

A nova pandemia de coronavírus está forçando os Detrans no país a mudarem suas formas de agir, especialmente em casos de assistência presencial. O objetivo é evitar multidões, situação comum nas unidades dos departamentos de trânsito de vários estados do Brasil. Por esse motivo, a Detrans está reduzindo e até cancelando serviços que exigem a presença de cidadãos e priorizando o serviço online.

Eles também relaxaram a aplicação de algumas multas, como a circulação com a CNH expirada. Como alguns Detrans estão fechados, os drivers podem não conseguir renovar o documento a tempo. No Ceará, por exemplo, até a Proibição se tornou mais branda. Para evitar o contato direto dos agentes de trânsito com os motoristas, apenas aqueles que estão visivelmente bêbados passam pelo bafômetro.

Saint Paul

As unidades Detran e Poupatempo em São Paulo estão abertas, mas com atendimento reduzido. Pode se traduzir em filas e esperar mais tempo para receber atendimento, algo contra-indicado durante uma pandemia. Se possível, os proprietários e motoristas de veículos devem adiar os postos de gasolina.

É possível usar os serviços de despachantes. Mas, além de representar despesas adicionais, isso não elimina o problema. O contratado apenas “terceirizará” o risco de espalhar o coronavírus.

CNH não será afetado

Vários serviços oferecidos pelo Detran-SP podem ser feitos online. É o caso, por exemplo, da renovação da carteira de motorista nacional. A parte interessada pode realizar boa parte do processo sem precisar ir a uma estação de serviço.

O serviço simplificado de renovação reutiliza a mais recente coleção biométrica do cidadão (fotografia, assinatura e impressões digitais) e emite automaticamente o novo CNH em Detrans, no estado. Isso sem envolver unidades de serviço, modernizando o processo e reduzindo a demanda frente a frente.

Para o procedimento remoto, o motorista deve estar com a CNH em uma situação regular, sem suspensões ou cassetes. O procedimento pode ser iniciado com a CNH ainda em vigor. Os prazos máximos são 30 dias antes ou após a expiração do documento.

O motorista inicia o processo no site e realiza um exame médico após o pagamento da taxa de R $ 91,11. Será necessário confirmar a viabilidade da realização do exame médico. Isso ocorre porque as clínicas afiliadas podem ter um serviço suspenso ou reduzido.

Depois de passar no exame de saúde, o usuário precisa pagar apenas as taxas de emissão e envio. O valor é de R $ 56,56. A partir daí, aguarde a entrega do documento no endereço indicado, a salvo do coronavírus.

Minas Gerais

O DMV de Minas Gerais suspendeu a prestação de vários serviços devido à pandemia de coronavírus. A agência também priorizará o serviço online para reduzir a movimentação de pessoas na sede.

Test drives, legislação, reciclagem e palestras em sala de aula para obter a CNH foram suspensos indefinidamente. Os leilões de veículos também são suspensos, bem como exames médios especiais que ocorrem na sede da Detran.

Estado

Em Pernambuco, o Detran local prorrogou a expiração das multas locais em 15 dias e as multas nacionais em 20 dias. As transferências de propriedades também ganharam mais 30 dias sem pagar uma multa, totalizando 60 dias a partir do aviso de venda.

A aplicação das sanções de suspensão e confisco da CNH também será adiada por 30 dias, bem como a entrega do portfólio na sede do Departamento de Transportes do Estado de Pernambuco. Os exames práticos para obtenção da CNH também são suspensos e as inspeções serão reduzidas em 50% no estado. As aulas teóricas nos Centros de Treinamento de Motoristas também foram suspensas por 15 dias.

Ceará

O Detran do Ceará suspendeu os exames práticos e teóricos até 31 de março e só realizará inspeções educacionais para motoristas com CNH vencido, veículos com licença vencida e transferência de propriedade não realizada dentro do prazo. Nenhuma multa será aplicada por essas violações pelos próximos 30 dias.

Em atentados a bomba, testes de álcool no sangue só serão realizados em motoristas com sinais explícitos de envenenamento. Todos os cursos, conferências e treinamentos também são suspensos pelo menos até o final do mês.

Rio Grande do Norte

No Rio Grande do Norte, as entregas presenciais de CNH e CRLV estão suspensas. Somente processos que já estão em andamento serão recebidos pela State Detrans. Novos pedidos serão aceitos apenas com a opção de envio. As unidades fornecerão apenas serviços que não podem ser executados no site.

Rio Grande do Sul

Na região sul, o Detran do Rio Grande do Sul também suspendeu os exames práticos e teóricos até 2 de abril. As aulas teóricas foram mantidas, mas as salas terão capacidade limitada a 50% do total. As aulas práticas também podem continuar, mas Detran recomenda que elas ocorram com as janelas do carro abertas. Os instrutores também devem limpar o veículo em cada classe.

Os leilões foram suspensos por 30 dias e os procedimentos de infração com registro de motorista, defesas e multas também foram prorrogados por 30 dias.

Paraná

No Paraná, todas as atividades foram interrompidas na sede do órgão em Curitiba. O prédio foi fechado e todos os funcionários foram demitidos depois que um deles suspeitou que ele estava infectado. O Departamento de Transportes do Estado do Paraná indica que aqueles que agendaram compromissos contatam-nos para obter informações.

Rio de Janeiro

As autoridades de trânsito do Rio de Janeiro aceitarão excepcionalmente a CNH emitida no Estado e expirarão em 60 dias. Geralmente, a regra é válida para documentos que expiram até 30 dias. O objetivo é reduzir o número de pessoas nas estações de serviço devido ao novo coronavírus. As informações são da Agência Brasil.

A determinação faz parte da Portaria nº 5.829, do Departamento de Trânsito (Detran-RJ, publicada na edição de terça-feira (17) do Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro. A nova regra se aplica apenas aos casos de prazo vencido dentro da portaria, válida até 17 de abril de 2020.

O novo prazo também se aplica à pesquisa obrigatória necessária para emitir um certificado de matrícula de veículo em caso de transferência de propriedade. A Portaria também altera o calendário anual de licenciamento.

Coronavirus altera cronograma de licenciamento

A alteração se aplica apenas a veículos com placas finais 0, 1 e 2. A maturidade foi alterada de 30 de abril de 2020 para 31 de maio de 2020. As finais 3 a 6 foram mantidas por um período até 30 de junho e pratos finais de 7 a 9 até 31 de agosto.

A Portaria Detran nº 5.827 também suspende por 30 dias “rotinas administrativas relacionadas ao andamento dos autos de infração e aplicação de multas, suspensão do direito de dirigir e contestar pela CNH. Isso inclui os termos de defesa prévia, recursos de primeira e segunda instância, bem como entrega e bloqueio da CNH.

O Centro de Recursos Detrans não receberá fundos até 17 de abril de 2020. Os prazos serão executados pelo restante do tempo após o término da validade da portaria.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa Esteves

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *