Crianças em quarentena: cobiçadas trarão um novo lote de bebês em 9 meses?

Sexting

L N / Unsplash

Em todo o mundo, milhões de casais estão trancados em suas próprias casas. E embora isso tenha causado situações preocupantes (como aumento da violência doméstica na América Latina), sem dúvida, há um lado bom para os periquitos. Passar mais tempo juntos é inevitável, e depois de terminar todas as séries da Netflix, bem, talvez não haja nada na TV … e você acaba na cama. Várias vezes. Mas esse sexo pandêmico pode ter consequências? Em nove meses, veremos o resultado em todo o mundo? É o que pesquisadores de todo o mundo estão tentando descobrir.

Alguns dizem que não:

As últimas pesquisas sobre o assunto foram divulgadas na semana passada. Um grupo de cientistas da Universidade de Florença decidiu investigar se uma visita massiva às cegonhas poderia ser esperada em breve. E a resposta foi não. Pelo menos para os casais que planejavam ter um bambino nos próximos meses.

O estudo Ele ouviu 1.482 pessoas e 1.214 delas (81%) disseram que não tinham intenção de conceber uma criança em um futuro próximo. Mais do que isso: 268 entrevistados (37%) abandonaram os planos de ter um filho no momento, justamente por causa da coroa.

Para entender o. A justificativa são precisamente os dois pontos que mais nos preocupam hoje: dinheiro e saúde. 58% dos correspondentes afirmaram que o motivo para evitar ter filhos agora é a instabilidade financeira que o mundo está enfrentando. A Organização Internacional do Trabalho já estimou que pelo menos 195 milhões de pessoas perdem seus empregos devido à coroa. De fato, não é o melhor momento para ter mais uma boca para alimentar. Além disso, 58% (as entrevistadas poderiam escolher mais de uma alternativa) das participantes afirmaram que evitariam a gravidez desde que não tivessem certeza de quais efeitos essa pandemia poderia ter na maternidade. Muito justo.

Olhar cuidadosamente a história também nos ajuda a entender por que esse momento é tão único, especificamente quando se trata de crianças após o desastre.

Um estudo Quem tentou entender o surgimento de crianças após a gripe espanhola na Noruega deixa isso claro: de fato, houve um aumento no número de bebês, mas isso ocorreu porque a doença em questão matou muitas crianças. “Isso provavelmente levou os casais a ter novos filhos para substituir os perdidos”, diz Svenn-Erik Mamelund, pesquisador da Universidade de Oslo e responsável pelo estudo.

Mesmo com os baby boomers, crianças nascidas após a Segunda Guerra Mundial, um paralelo pode ser arriscado. Numa entrevista com ValorJosé Eustáquio Diniz Alves, professor aposentado da Escola Nacional de Ciências Estatísticas do IBGE, explica que há uma diferença brutal entre o passado e o presente: a evolução dos métodos contraceptivos. “Com toda essa incerteza, a fertilidade continuará a declinar em 2021, e cairá ainda mais em todos os países do mundo”, disse ele.

Mas há quem diga que sim:

Evgeni Tcherkasski / Unsplash

Isso, no entanto, refere-se à gravidez desejada. No mundo dos acidentes, a história pode ter outros contornos.

A própria ONU já manifestou preocupação com o assunto. O Fundo de População da Organização produziu um estudo que prevê que até 47 milhões de mulheres em todo o mundo não terão acesso a métodos contraceptivos devido à pandemia. O relacionamento se deve ao fechamento de unidades de saúde, à diminuição de fábricas e à distribuição de medicamentos e métodos, além do simples medo de sair para evitar a compra de preservativos e medicamentos. Sete milhões de crianças nasceriam desse problema.

O problema pode aparecer mesmo em países ricos, como a Inglaterra. O serviço britânico de aconselhamento sobre gravidez também já declarado que espera “picos” de mulheres grávidas nos próximos meses. Novamente devido à falta de acesso a métodos contraceptivos.

Nesse contexto, é difícil prever o que acontecerá com muita precisão. O que se pode dizer é que cada vez menos pessoas querem ter um filho na coroa, ao mesmo tempo, está se tornando difícil prevenir. Ou seja, tente comprar um preservativo na próxima vez (com uma máscara) do mercado. Isso o ajudará mais do que qualquer um pode prever por enquanto.

You May Also Like

About the Author: Edson Moreira

"Zombieaholic. Amadores de comida amadora. Estudioso de cerveja. Especialista em extremo twitter."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.