Críquete: Nigéria venceu o Brasil e terminou em 5º no KwibukaT20

Nigéria na sexta-feira em Kigali venceu o Brasil por 30 corridas para terminar em quinto no atual Torneio de Críquete KwibukaT20 em Ruanda.

No início do torneio, a Nigéria estava no topo do recorde. Mas com apenas três vitórias em sete jogos, o time caiu na tabela, pois teve que enfrentar o Brasil novamente para brigar pelo quinto lugar.

A Nigéria já havia vencido o Brasil em seu primeiro jogo no torneio por oito postigos e o jogo de sexta-feira não foi diferente.

Mais uma vez, a Nigéria ganhou o sorteio e optou por rebater. Os esforços de Salomé no domingo – 32 corridas com 29 bolas e as 27 corridas do capitão Blessing Etim com 30 bolas ajudaram a Nigéria a garantir a vitória contra os sul-americanos.

Nigéria marcou 113 corridas para a perda de quatro em 20 overs.

Na segunda entrada, o Brasil voltou a rebater, com 83 a 7 de 20 overs.

Luracadoso Martin Villas Boaz produziu o melhor desempenho de rebatidas para o lado brasileiro com 31 corridas em 43 bolas.

Eles acabaram marcando 83 corridas pela derrota de sete em 20 overs, enquanto a Nigéria venceu por 30 corridas.

Ao final do jogo, Etim elogiou os esforços dos companheiros, acrescentando que o time estaria voltando para casa para a prancheta.

“Eu aprecio os jogadores, todos trabalhamos juntos para conseguir isso. Nós iremos para casa e trabalharemos em nossos erros e voltaremos mais fortes.

“Também agradeço a Uyi Akpata, presidente da Federação Nigeriana de Críquete (NCF), por seu apoio. Em nome da equipe, dizemos ‘obrigado’, acrescentou Etim.

Por sua vez, Robertamoretti Avery, a capitã do Brasil, também elogiou o esforço de sua equipe e agradeceu à Rwanda Cricket Association (RCA) pela organização do evento.

A Agência de Notícias da Nigéria (NAN) informa que o torneio de oito equipes começou em 9 de junho e deve terminar no sábado.

No sábado, o Quênia enfrentará a Tanzânia para decidir os vencedores do torneio, enquanto a anfitriã Ruanda enfrentará Uganda pelo terceiro lugar.

O evento é em memória de 1994 genocídio contra os tutsis.

(JÁ JÁ)


Apoie o jornalismo de integridade e credibilidade da PREMIUM TIMES

O bom jornalismo custa muito dinheiro. No entanto, só o bom jornalismo pode garantir a possibilidade de uma boa sociedade, uma democracia responsável e um governo transparente.

Para acesso gratuito e contínuo ao melhor jornalismo investigativo do país, pedimos que você considere fazer um modesto apoio a esse nobre esforço.

Ao contribuir para o PREMIUM TIMES, você está ajudando a manter o jornalismo relevante e garantindo que ele permaneça gratuito e disponível para todos.

Doar


TEXTO ANÚNCIO: Ligue para Willie – +2348098788999








Anúncio da campanha PT Mag

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.