Cruzeiro apela ao CNRD contra Atlético-GO e faz venda de Renato Kayzer ao Atlético-PR | futebol

ELE cruzeiro oficializou nesta tarde de sábado que chegou a um acordo com a Athletic-PR para a venda do forward Renato Kayzer, por empréstimo à Athletic-GO. As negociações se arrastavam desde o início da semana.

Em uma declaração oficial (veja o final do artigo), o clube mineiro informou que deveria convocar a Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD), da CBF, para que o atleta fosse dispensado do vínculo com o Atlético-GO. Isso porque o Dragão tinha o direito de se igualar à proposta do Atlético-PR e ficar com o atleta, mas não o fez e nem liberou o jogador.

Renato Kayzer vive uma grande fase no Atlético-GO – Foto: Heber Gomes / ACG

Segundo o Cruzeiro, o Atlético-GO foi notificado em três ocasiões para que pudesse exercer seu direito preferencial de compra, previsto no contrato de empréstimo. Sem resposta, os mineiros ligaram para o CNRD, tendo uma decisão favorável à libertação do jogador.

No comunicado, o Cruzeiro também lamentou que o Atlético-GO esteja “atrapalhando” a negociação:

“O Clube reitera o seu dever de honrar todos os seus compromissos e entende que os contratos devem ser cumpridos de boa fé, lealdade e honestidade, lamentando que o Atlético-GO continue a tentar obstruir a negociação, sem respeitar as cláusulas do acordo por si celebrado. “

O Cruzeiro não divulgou os detalhes do acordo com o Atlético-PR, mas, segundo dar, gira em torno de R $ 5 milhões, dos quais o clube mineiro terá direito a R $ 3,8 milhões, na condição de detentor de 70% dos direitos econômicos do atleta.

Renato Kayzer é o grande destaque do Atlético-GO nesta temporada. Emprestado ao clube desde o início do ano, disputou 15 partidas e marcou 10 gols, sendo quatro nos últimos três jogos do Campeonato Brasileiro.

O Cruzeiro Esporte Clube informa que fechou um acordo com o Club Atlético Paranaense e concordou em vender o atleta Renato Kayzer.

Kayzer foi transferido para o Atlético-GO, que não quis proceder com a liberação imediata do jogador, prevista em contrato neste tipo de situação, mesmo depois de ter sido previamente notificado em três ocasiões para exercer seu direito de preferência, coincidindo com a proposta. feito pelo Athletico-PR. .

Assim, o Cruzeiro ficou para pleitear seus direitos perante a Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD), que após o brilhante trabalho da Diretoria Jurídica do Clube, novamente com o apoio do Dr. Marcelo Jucá, concedeu decisão favorável à liberação preliminar do atleta, que ainda estará sujeita a pedido de modulação, já que o prazo estipulado para fechamento do negócio acabou sendo um pouco ultrapassado, por problemas operacionais além do Cruzeiro.

O Clube reitera o seu dever de honrar todos os seus compromissos e entende que os contratos devem ser cumpridos com boa-fé, lealdade e honestidade, lamentando que o Atlético-GO continue a tentar obstruir a negociação, violando as cláusulas do acordo por ele firmado. .

Informações adicionais sobre a negociação entre Cruzeiro e Atlético-PR serão divulgadas posteriormente ”.

You May Also Like

About the Author: Ivete Machado Castilho

"Introvertido. Leitor. Pensador. Entusiasta do álcool. Nerd de cerveja que gosta de hipster. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *