Cruzeiro vence Lanterna Ribeirão antes de duelo pela liderança com Taubaté | voleibol

O Cruzeiro não deu atenção ao Volei Ribeirão -que voltou à ação, após superar os quatro casos de Covid-19 no time- e venceu, na noite de domingo, o confronto por 3 sets a 0 (parciais de 25/19, 26/24 e 25/18), no ginásio Riacho, em Contagem. A equipe manteve-se na vice-direção e na luta para chegar ao líder Taubaté.

+ Veja mais novidades da Superliga masculina

Com o resultado, o Cruzeiro chegou a 28 pontos, dois a menos que o líder. O Ribeirão segue sem vencer e sem marcar na Superliga masculina, ocupando a última colocação.

Jogadores do Cruzeiro comemoram partida contra o Ribeirão – Foto: Comunicado / Cruzeiro

A próxima partida do Cruzeiro é nada mais nada menos do que o confronto direto com o Taubaté, às 21h30 (de Brasília), na academia Riacho, em Contagem. Se você vencer sem perder dois sets, o time assume a liderança. Ribeirão tem jogo adiado contra o Itapetininga, nesta quarta-feira, às 19h, na Cava do Bosque, em Ribeirão Preto.

O primeiro set começou equilibrado e marcado pelos ases das duas equipes. Lopez. Conte e Isac para o Cruzeiro, enquanto Leitzke alterou três loops perfeitos consecutivos, permitindo que Ribeirão liderasse. Mas a força do time paulista enfraqueceu no tempo solicitado por Marcelo Méndez. O Cruzeiro voltou contundente e corrigiu uma série de boas jogadas, abrindo quatro pontos de vantagem. No final, ele ainda ampliou a vantagem para seis e fechou em 25/19

O Cruzeiro iniciou o segundo set explorando saques. Com um ás de Isac, abriu 4 a 1. Mas aí o Ribeirão deu início à reação, virou bem a bola e conseguiu equilibrar o jogo. Ele saiu na frente do placar, conseguindo os ataques. No final, porém, após finalizar os últimos cinco pontos, viu o Cruzeiro reagir e virar bolas novamente. Com uma sequência de dois blocos, Isac colocou a equipe mineira na frente. Num contra-ataque de Oppenkoski, a Fox fechou a 26/24 sobre Caballo.

Atacante Oppenkoski de Ribeirão – Foto: Divulgação / Cruzeiro

O Ribeirão, mesmo um blefe, continuou trabalhando para o Cruzeiro e fez um jogo equilibrado em Contagem. Foi só na segunda parada que o sub-líder da Superliga abriu vantagem no placar e controlou até o final da partida, em 25/18, com o ataque da López, que foi o maior goleador da partida, com 14 pontos.

You May Also Like

About the Author: Ivete Machado

"Introvertido. Leitor. Pensador. Entusiasta do álcool. Nerd de cerveja que gosta de hipster. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *