Das vaias às lágrimas no final: o que vem por aí para Neymar depois dessa temporada? | Liga dos Campeões

O corpo se arqueou, as mãos no rosto e os olhos se encheram de lágrimas. A foto de chorar de Neymar depois derrotar o Bayern de Munique Foi um retrato simbólico da frustração do craque brasileiro com o desfecho do Paris Saint-Germain na Liga dos Campeões, mas também em relação a tudo o que aconteceu em uma das temporadas mais marcantes de sua carreira. Cujo futuro é constantemente objeto de especulação.

Depois do partido, Neymar agradeceu aos fãs pelo carinho, felicitou o Bayern e sublinhou que o PSG “lutou até ao fim”. E aquele último episódio da temporada não foi fácil. Dados da UEFA mostram que o avançado fez apenas uma final a golo, frente a duas eliminatórias. 62% dos passes estavam corretos (20 de 32). Foi o jogador que sofreu mais ausências: seis no total. Ele cometeu três e recebeu um cartão amarelo.

Neymar lutou na final da Champions League contra o Bayern – Foto: UEFA / Getty Images

Resumo: Paris Saint-Germain 0 x 1 Bayern de Munique para a final da Liga dos Campeões

Neymar fechou o terceiro ano no PSG com 27 jogos, 19 gols, 11 assistências e 2.385 minutos em campo. Ele contribuiu diretamente com 42% dos gols do time quando jogou (30 de 70), com uma participação a cada 79 minutos. No torneio principal, a Liga dos Campeões, foram três gols e quatro assistências em 585 minutos. Foi decisivo para 46% (sete de 15) dos gols quando jogou, um a cada 83,5 minutos.

Números de Neymar na temporada

Competição / DadosJogosMetasComparecer
Liga dos Campeões734
Campeonato francêsquinze136
Copa francesadoisdois
Copa da liga francesa311
Total da temporada2719onze

Neymar jogou 27 dos 49 compromissos oficiais do PSG na campanha 2019/20.

Uma temporada marcante desde o início. Seu retorno a Barcelona tem que ser encaminhado, em junho do ano passado. Ele foi reenviado em 15 de julho. ainda no meio de especulações de sua partida. O clube catalão não desistiu do contrato até 31 de agosto, último dia da janela de transferências, após Contra-proposta do PSG.

Recuperação de uma lesão no tornozelo direito., negociação com Barcelona e a consequente situação indefinida no clube francês fez com que o astro perdesse os primeiros cinco jogos da temporada da equipe. Pior ainda, eles geraram insatisfação da multidão, que protestou na abertura da Ligue 1. Depois de, vaiado em seu comício contra Estrasburgo e mostrou uma bandeira contra o pai do brasileiro.

“Já joguei em vários estádios sendo vaiados. É triste, mas sei que a partir de agora será como jogar todos os jogos fora de casa.” Neymar declarou na época. Naquele dia ele marcou um golaço.

O relacionamento melhorou com o passar de boas atuações. Ele fechou os primeiros cinco jogos com quatro gols. Acabou de chegar lesão na coxa esquerda no amistoso da Seleção Brasileira contra a Nigéria. Neymar perdeu seis jogos para isso, dois na fase de grupos da Liga dos Campeões. Lado de fora a suspensão que eu tive que cumprir após os insultos ao árbitro da temporada anterior. O retorno à grande fase do futebol europeu ocorreu apenas no quinto dia, no empate com o Real Madrid.

Lesões durante a campanha:

  1. Lesão na coxa direita / 37 dias antes / 6 jogos perdidos
  2. Trauma costela / 13 dias de folga / 4 jogos perdidos

Recuperado, o atacante teve um ano novo produtivo, com 11 jogos entre dezembro e início de fevereiro, 11 gols marcados e 10 assistências. Mas por causa da dor nas minhas costelas, eu estava manteve quatro partidas em fevereiro. Tudo para ser 100% contra o Borussia Dortmund, para a fase a eliminar da Liga dos Campeões. Funcionou. Ele balançou as redes em ambos os jogos e ajudou a manter o PSG vivo no torneio.

Esse foi o último jogo do Paris Saint-Germain antes do encerramento do futebol francês devido à pandemia do coronavírus. Neymar voltou ao Brasil e se estabeleceu em Mangaratiba, na Costa Verde do Rio de Janeiro. As obras físicas foram quarentena intensa, ainda mais forte do que em condições normais, para cerca de três meses.

Até porque não haveria Campeonato Francês para disputar. A liga foi encerrada em 30 de abril e o PSG foi declarado campeão adiantado. De volta a Paris, o brasileiro só tinha partidas decisivas pela frente. Primeiro foi o Final da copa da França, em que o atacante fez o gol da vitória sobre o Saint-Étienne. Uma semana depois, ele triunfou sobre Lyon em Copa da liga francesa, sobre sanções. Triplo nacional garantido antes da disputa dos “Super Campeões”.

Pai está ligado! Neymar busca o segundo título da Champions League

Pai está ligado! Neymar busca o segundo título da Champions League

Mesmo sem marcar, Neymar vinha elogiando atuações em Lisboa, contra ele Atalanta nas quartas de final, É contra o RB Leipzig na semifinal. O frio na web Estimulado pelo ranking inédito pela decisão da Liga dos Campeões, debateu-se sobre as chances do brasileiro de ser eleito o melhor jogador do mundo pela FIFA nesta temporada. O último capítulo da Champions League já sabemos como terminou.

Neymar recebe um abraço de Lewandowski após a final da Liga dos Campeões – Foto: UEFA / Getty Images

Na temporada de 50 anos, o PSG conquistou a SuperTaça da França, a Copa da França, a Copa da Liga e o Campeonato Francês. Ele ultrapassou a barreira da fase eliminatória da Liga dos Campeões após três eliminações consecutivas. Mas o presidente do clube, Nasser Al-Khelaifi, disse após a decisão do domingo passado que o objetivo principal continua sendo o título europeu.

Diário da Champions League: Raphael de Angeli mostra os bastidores da final entre PSG e Bayern

Diário da Champions League: Raphael de Angeli mostra os bastidores da final entre PSG e Bayern

A seleção francesa terá que decidir como fazê-lo sem seu capitão. Thiago Silva, que se despediu. Além de um reserva de destaque na defesa, as prioridades do clube são contratar um lateral-direito, um meio-campista e um atacante, segundo o jornal. O parisiense.

E o Neymar? Ele tem um contrato com o Paris Saint-Germain até junho de 2022. A liderança avisou que ele e Mbappé “nunca iráO atual presidente do Barcelona, ​​Josep Bartomeu, disse que o atacante só voltaria em caso de troca de jogador. Em um palco de esportes e crise econômica do clube catalão, é ainda menos provável. Mas o notícias na imprensa local reapareceu em abril. Verifica.

Neymar e Mbappé no banco do PSG após derrota para o Bayern – Foto: UEFA / Getty Images

You May Also Like

About the Author: Gabriela Cerqueira Corrêa

"Solucionador de problemas do mal. Amante da música. Especialista certificado em cultura pop. Organizador. Guru do álcool. Fanático por café."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *