Denísio Casarini e Rodrigo Varela dominam prólogo da UTV

Utilizando o modelo Can-Am Maverick X3 Turbo, os pares Denísio Casarini / Ivo Mayer e Rodrigo Varela / Gunnar Dums registraram as melhores voltas durante o prólogo da 28ª edição do Rally dos Sertões, realizada nesta sexta-feira (30) na fazenda que abriga o Autódromo Velocitta, em Mogi Guaçu, interior de São Paulo.

O editor recomenda:

Tudo pronto na Velocitta para iniciar o Sertões 2020 Conheça a incrível história de superação do piloto do Sertões que ficou entre a vida e a morte Nelsinho Piquet joga com um acidente, mas elogia o time para jogar o Sertões 2020

Casarini / Mayer registrou o tempo de 4min14, obtendo o melhor tempo do dia, sendo secundado por Varela / Dums, que fez 4min16. O irmão de Rodrigo e parceiro da equipe Can-Am Monster Energy, Gabriel Varela, contou com a navegação de Eduardo Shiga para marcar o terceiro tempo. No total, 56 UTVs participaram do prólogo.

Rolar – O circuito instalado na fazenda tem 4.730 m de extensão em um percurso sinuoso e não pavimentado que mistura terra pura e cascalho. Sem zona de fuga, o percurso foi palco de alguns acidentes, entre eles o capotamento de um UTV, cuja tripulação conseguiu continuar a volta de qualificação porque o veículo sofreu poucos danos.

“O prólogo é sempre muito emocionante, porque os pilotos e velejadores devem estar totalmente concentrados, e isso foi um fator especialmente importante hoje, porque a pista era complicada e não permitia erros”, resumiu Rodrigo Varela. “Mas foi bom para nós já sentir um pouco da adrenalina que vamos sentir nos próximos dias. Temos quase 5.000 km de corrida pela frente neste Sertões ”, comentou o piloto da equipe Can-Am Monster Energy.

Piquet – Dirigindo em carro preparado pela equipe da família Varela, Nelsinho Piquet estreou-se no prólogo do Sertões, ao lado do navegador Marcos Pastein. A dupla registrou o tempo de 4:33 min para o 21º melhor horário do dia.

O tricampeão mundial Reinaldo Varela / Gustavo Gugelmin fez o sexto tempo (4min24), enquanto Bruno Varela / Gustavo Bortolanza fez o sétimo tempo (4min25). Bruno é o atual campeão brasileiro do Rally Baja, competição tecnicamente semelhante ao Rally dos Sertões.

Neste sábado, a 28ª edição da prova começa a corrida propriamente dita, percorrendo um total de 585 km de Mogi Guaçu. Destes, 205 km são etapas especiais especiais de alta velocidade. O resto são deslocamentos. O domingo será dedicado exclusivamente à movimentação dos competidores até Brasília, ponto de partida para o restante do rali. Confira a programação do Sertões 2020:

1ª etapa – Velocitta Bubble – sábado, 31/10 (Mogi Guaçu / SP)
Especial: 205km
Deslocamentos: 380km
Total: 585km

Domingo, 11/01 (SP-> DF)
Viagem para Brasília (DF)

2ª Etapa – Segunda-feira, 02/11 (DF-> GO)
Especiais: 353km
Deslocamentos: 159km
Total: 512 km

3ª Etapa – terça, 11/03 (GO -> GO)
Especial: 200km
Deslocamentos: 169km
Total: 369km

Etapa 4 – Quarta-feira 04/11 (GO-> TO)
Especiais: 329 km
Deslocamentos: 311km
Total: 650km

5ª Etapa – Quinta-feira, 11/05 (TO-> MA)
Especiais: 227km
Deslocamentos: 283km
Total: 610km

6ª etapa – sexta-feira, 11/06 (MA-> MA)
Especiais: 300km
Deslocamentos: 441km
Total: 741km

7ª etapa – sábado, 7/11 (Barreirinhas / MA)
Especiais: 223km
Deslocamentos: 292km
Total: 515km

You May Also Like

About the Author: Ivete Machado Castilho

"Introvertido. Leitor. Pensador. Entusiasta do álcool. Nerd de cerveja que gosta de hipster. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *