Dia de Maradona: ídolo ganha bolo com a grande Copa do Mundo e defende Messi | futebol internacional

Café da manhã em família, leitura do jornal “Olé” e pouca fanfarra. Confrontado com a pandemia do coronavírus, Maradona passou grande parte do dia que completa 60. Mas ele ainda tinha um pouco de extravagância quando se tratava de cantar seu “aniversário“(parabéns). O bolo ídolo foi uma grande Copa do Mundo.

Tendo tido contato com uma pessoa com diagnóstico de coronavírus, Diego ficou em casa nos últimos dias. Depois de um teste negativo, ele deve estar com Gimnasia y Esgrima na noite desta sexta-feira, perante o Conselho Curador, na abertura do torneio que marca a volta do futebol na Argentina. O clube prepara várias homenagens ao seu ilustre treinador.

  • Koeman evita declarar Maradona melhor do que Messi: “Na sua época ele era o melhor”
  • 6×10: seis conjuntos da nota 10 de Maradona

Maradona, com seu filho mais novo, e seu bolo com uma grande Copa do Mundo – Foto: Playback / Olé

Além de inúmeras manifestações de ídolos como Ronaldinho, Ronald e PeléMaradona também recebeu mensagens nas ruas de Buenos Aires. Um anunciante espalhou um enorme banner e várias imagens do “El Diez” na Avenida 9 de Julio, próximo ao Obelisco, no coração da capital argentina, com a mensagem: “Obrigado para sempre! O maior de todos. Feliz 60, Diego ”.

Banner estendido na Avenida 9 de Julio, a mais importante de Buenos Aires, homenageia Diego Maradona – Foto: Agustin Marcarian / Reuters

  • Maradona Ballon d’Or? Idol diz que “teria feito uma tonelada”

Maradona sobre Messi: “Eles não o trataram como ele merecia”

Maradona deu apenas uma entrevista em seu aniversário. Ao jornal “Clarín”, ele respondeu a algumas perguntas e fez questão de defender o grande ídolo atual do futebol argentino, Lionel Messi. Questionado sobre a crise na relação do jogador com o Barcelona, ​​El Pibe disse que o clube não demonstrou gratidão.

“Eu sabia que isso ia acabar mal e pensei que Leo iria embora. Isso aconteceu comigo também. O Barcelona não é um clube fácil e eles estão lá há muitos anos e não os trataram como mereciam ”, disse.

– Ele (Messi) deu tudo pra eles, levou pra cima e um dia ele quis sair e mudar de cena e disse não. O que acontece é que não é fácil bater portas. Ele tem contrato com um clube muito grande. As pessoas adoram. Eu, com o Napoli, não fiz isso – comentou.

Diego Maradona e Lionel Messi: “O Barcelona não é um clube fácil e está lá há muitos anos e não o tratou como merece” – Foto: Reuters

O campeão mundial de 1986 também comentou sobre o medo de ver a idolatria e o carinho do povo argentino acabar um dia.

– Sempre serei grato às pessoas. Todos os dias eles me surpreendem. O que vivi nessa volta ao futebol argentino, jamais esquecerei. Excedeu o que eu poderia imaginar. Porque fiquei muito tempo longe e às vezes as pessoas se perguntam se ainda gostam de mim, se ainda sentem o mesmo … quando entrei na área de ginástica no dia da minha apresentação, senti que o amor pelas pessoas nunca vai acabar.

Com o Maradona no comando, o Gimnasia y Esgrima enfrenta o Patronado, às 19h desta sexta-feira, pela Copa Profissional de Futebol, em La Plata, pela primeira rodada da Zona 6, que também conta com Huracán e Vélez Sarsfield. O torneio marca a volta do futebol ao país, mas não é o Campeonato Argentino.

A competição é provisória, devido à grande interrupção do calendário. Os jogos da Copa não valerão pontos para a tabela de médias das três últimas temporadas, que define as quedas no país. A expectativa é que a descida fique suspensa até 2022.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa Esteves

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *