‘Diablo Immortal’ adiado até 2022

Demônio imortal Pode ser um jogo para telas pequenas, mas isso não significa que seja um pequeno feito de desenvolvimento. Precisamente por esse motivo, a Activision Blizzard atrasou o lançamento de Demônio imortal até o início de 2022.

O RPG de ação originalmente deveria chegar aos dispositivos iOS e Android este ano, mas os desenvolvedores precisam de mais tempo para ajustar o conteúdo de PvP, melhorar as experiências de PvE e implementar opções de acessibilidade adicionais, de acordo com Tempestade de neve. Veja como os desenvolvedores colocaram em sua postagem do blog:

Seguindo o feedback fornecido pelos participantes do teste Closed Alpha, nossa equipe está ajustando os recursos principais e finais. Por exemplo, estamos iterando em conteúdo PvP como Cycle of Strife para torná-lo mais acessível, junto com conteúdo PvE tardio como Helliquary para torná-lo mais atraente. Também estamos trabalhando para fornecer suporte de controle para aqueles que desejam jogar nosso jogo de uma maneira diferente. No entanto, essas mudanças adicionais e oportunidades para melhorar nossa experiência de jogo não ocorrerão no período de 2021 que comunicamos anteriormente. Portanto, o lançamento do jogo agora está previsto para o primeiro semestre de 2022, o que nos permitirá adicionar melhorias substanciais a todo o jogo.

A Blizzard continua a delinear recursos específicos em que se concentrará, como adicionar Raids PvE, ajustar as recompensas e tornar as Fendas de Desafio mais emocionantes. Em termos de ajustes de PvP, a Blizzard estará trabalhando para melhorar a combinação, classificações, balanceamento de classes, tempo para matar e outros elementos do sistema de Campo de Batalha, além de fazer o conteúdo no final do Ciclo de Conflito brilhar. Tudo isso está associado a uma série de mudanças na progressão e nos limites de XP.

Parece que os desenvolvedores ainda estão nos estágios iniciais quando se trata de obter Demônio imortal para jogar bem com gamepads.

“Ainda estamos trabalhando nos desafios de adaptar os controles da tela de toque a um controlador sem problemas”, diz o blog. “O mais importante é tornar o nosso jogo mais acessível e compartilharemos mais progressos nesta frente à medida que nos aproximamos da versão beta no futuro.”

Blizzard tem outro coisas no seu prato agora também. Activision Blizzard enfrenta um Processo por assédio sexual e discriminação de gênero. do Estado da Califórnia e Presidente da Blizzard J. Allen Brack deixou a empresa hoje em meio a alegações de que ele negligenciou o abuso no local de trabalho por anos. O chefe de recursos humanos da Blizzard, Jesse Meschuk, também deixou o estúdio esta semana. PARA segunda demanda foi apresentado hoje por acionistas, alegando que a Activision Blizzard não divulgou possíveis questões regulatórias relacionadas à cultura discriminatória de fraternidade da empresa.

Todos os produtos recomendados pelo Engadget são selecionados por nossa equipe editorial, independente de nossa empresa-mãe. Algumas de nossas histórias incluem links de afiliados. Se você comprar algo por meio de um desses links, podemos ganhar uma comissão de afiliado.

You May Also Like

About the Author: Gabriela Cerqueira

"Solucionador de problemas do mal. Amante da música. Especialista certificado em cultura pop. Organizador. Guru do álcool. Fanático por café."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *