Dois corpos encontrados em busca de Dom Phillips e Bruno Pereira, diz embaixada brasileira | Brasil

Os corpos que se teme serem do jornalista britânico Dom Phillips e do especialista indígena brasileiro Bruno Pereira foram encontrados na Amazônia uma semana após o desaparecimento da dupla, segundo diplomatas brasileiros.

Um assessor do embaixador brasileiro no Reino Unido deu a notícia à família de Phillips no Reino Unido durante um telefonema na manhã de segunda-feira.

“Ele disse que queria que soubéssemos que… eles encontraram dois corpos”, disse Paul Sherwood, cunhado de Phillips. “Ele não descreveu o local e apenas disse que era na floresta tropical e disse que eles estavam amarrados a uma árvore e ainda não haviam sido identificados”.

Sherwood acrescentou: “Ele disse que quando estivesse claro, ou quando fosse possível, eles fariam uma identificação”.

Mas houve confusão na segunda-feira, quando a polícia federal apareceu para negar os comentários do assessor.

“A informação que está sendo compartilhada de que os corpos de Bruno Pereira e Dom Phillips foram encontrados é infundada”, disse a Polícia Federal em comunicado. “Como dito anteriormente, materiais biológicos e objetos pessoais dos homens desaparecidos foram encontrados e estão sendo examinados.

“Assim que as descobertas forem feitas, a família e a mídia serão informadas imediatamente.”

Beto Marubo, um proeminente líder indígena no Vale do Javari, disse ao The Guardian que grupos de busca indígenas não confirmaram a descoberta de dois corpos no local de busca.

A notícia vem depois que a polícia confirmou que itens pertencentes aos dois homens foram encontrados durante uma busca na região de Javari, onde desapareceram ao retornar de uma viagem de quatro dias.

Mapa localizador da área no oeste do Brasil onde desapareceram Dom Phillips e Bruno Pereira.

Os objetos foram descobertos no sábado graças a uma pequena, mas determinada equipe de busca indígena que passou os últimos sete dias na linha de frente da busca pelos dois desaparecidos que, de diferentes maneiras, defenderam a causa indígena.

Um pequeno grupo de voluntários indígenas avistou uma lona azul em uma floresta inundada isolada no Rio Itaquaí na manhã de sábado.

Um grupo maior de voluntários indígenas, acompanhados por membros da polícia militar brasileira e um repórter do Guardian que se juntou às equipes de busca indígenas, retornou ao local pouco depois das 16h. águas

Na noite de domingo, um comunicado da Polícia Federal disse que os itens recuperados incluíam uma calça, um par de botas e um cartão de saúde de Pereira e uma mochila cheia de roupas e um par de botas de Phillips.

Foi lançada uma campanha de crowdfunding para apoiar as famílias de Dom Phillips e Bruno Pereira. Doar aqui em inglês ou aqui em português.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.