Doria: Quem será o garante das mortes?

JBr.

Nesta sexta-feira (27), o governador de São Paulo, João Dória, perguntou “quem será o garante das mortes no Brasil” causadas pelo novo coronavírus. A declaração veio durante uma visita ao trabalho de instalação do hospital de campanha covid-19 para pacientes em Pacaembu.

Dória também usou a entrevista coletiva para divulgar a campanha do governo federal “O Brasil não pode parar”, o que contraria a tese de isolamento vertical recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Para o governador, é necessário um único discurso durante a crise e ele citou o decreto de calamidade pública assinado por Jair Bolsonaro, para se justificar.

“Existe um documento oficial que defende o isolamento social. Hoje, percebemos uma campanha pedindo o fim disso. Afinal, quantos governos temos? Ele perguntou.

Dória acrescentou ainda que o dinheiro gasto na campanha, em torno de R $ 4,8 milhões, poderia ser usado na compra de equipamentos para combater o Covid-19. “Deve ser usado para comprar equipamentos de saúde e se comunicar adequadamente com os brasileiros”, afirmou.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.