“Ele não se sente bem agora”

O técnico da Noruega, Stale Solbakken, deu um veredicto condenatório sobre a forma física do astro do Arsenal, Martin Odegaard.

O meio-campista teve um início produtivo de sua campanha com os Gunners até agora. Dito isto, o jogador sofreu uma lesão durante o treino antes do confronto de sua equipe com o Brentford no último final de semana.

Solbakken atualizou recentemente que o ex-meio-campista do Real Madrid não se juntou aos treinos de sua equipe antes de seus jogos durante o intervalo internacional. Em vez disso, Odegaard está atualmente sob a supervisão da equipe médica de seu clube.

Ao falar sobre o jogador à frente do jogo, aqui está o que Solbakken tinha a dizer sobre a mesma coisa na TV2 (via Expressar):

“Estamos em diálogo regular com ele e (Mikel) Arteta e o setor de saúde do Arsenal, como é chamado em dinamarquês. Nada foi decidido lá, então ainda há esperança. Eles são os únicos que tiveram ‘mãos para cima’. até agora, e estão em diálogo”.

O técnico da seleção norueguesa acrescentou ainda:

“As chances de Ødegaard vir para a Noruega de uma forma ou de outra são boas. Ele não está se sentindo bem agora. Agora, uma decisão final precisa ser tomada se ele pode participar de ambos ou de um dos jogos. Certamente o veremos na Noruega, como jogador ou “quarto treinador”.

Odegaard tem estado em grande forma até agora nesta temporada, marcando três gols em sete jogos em todas as competições pelos Gunners.


Atacante do Arsenal, Gabriel Jesus, reage à esnoba do técnico brasileiro Tite

Gabriel Jesus, atacante do Arsenal
Gabriel Jesus, atacante do Arsenal

Gabriel Jesus teve um início surpreendente em sua campanha no Arsenal desde que chegou do Manchester City por £ 45 milhões no início deste verão. O brasileiro marcou quatro gols e deu três assistências em oito jogos pelos Gunners.

Surpreendentemente, porém, o número 9 do Arsenal foi esnobado pelo técnico do Brasil Tite para os próximos amistosos internacionais de sua equipe.

Falando sobre a mesma coisa, foi isso que o brasileiro disse à ESPN (via Futebol.Londres):

“Houve (contato), após a ligação, sim. Respeito muito a decisão do técnico, respeito o Tite, toda a comissão técnica. Como eu disse, sou brasileiro, sempre vou apoiar o time. E respeito também o outros jogadores, que têm muita qualidade. Vou continuar a dar o meu melhor para ter a oportunidade novamente”.

O jogador de 25 anos acrescentou:

“O que está no meu controle é o meu desempenho. Sempre vou tentar fazer o meu melhor, finalizar as jogadas. Hoje tive algumas chances de melhorar um pouco mais também, eu sei. Tenho treinado, tentando fazer meu melhor.”

O próximo Arsenal enfrentará o rival Tottenham Hotspur nos Emirados em 1º de outubro pela Premier League.


You May Also Like

About the Author: Ivete Machado

"Introvertido. Leitor. Pensador. Entusiasta do álcool. Nerd de cerveja que gosta de hipster. Organizador."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.