Eles vão defender Trump no caso do Supremo Tribunal – VG

EX-PRESIDENTE: Donald Trump. Foto: SAUL LOEB / AFP

No domingo, Donald Trump anunciou dois novos advogados que o defenderão no próximo caso da Suprema Corte.

Publicados:

Um pouco mais de uma semana antes do início do caso da Suprema Corte O advogado Butch Bowers desapareceu de sua posição na equipe de defesa de Trump, ao mesmo tempo em que levou quatro outros advogados para fora da porta.

Apenas um dia depois, Trump anunciou que os advogados David Schoen e Bruce Castor foram acrescentados à sua equipe de defesa. Ele reporta, entre outras coisas, à agência de notícias AP, CNN, Reuters e NBC.

“Schoen já trabalhou com o 45º presidente dos Estados Unidos e outros assessores para se preparar para o próximo caso da Suprema Corte, tanto Schoen quanto Caster concordam que o caso da Suprema Corte é inconstitucional, com o qual também concordam com 45 senadores”, disse Trump em uma afirmação. declaração.

também leia

Propõe uma alternativa ao Supremo Tribunal: – Não é a maneira certa de gastar nosso tempo

Segundo a AP, Castor diz que é uma honra para ele assumir a posição de líder da equipe de defesa de Trump.

– Nossa constituição será testada de uma forma que nunca foi feita antes. A Constituição é forte e dura. É um documento escrito para sempre, e ele vai vencer de novo, como sempre, diz ele em nota divulgada pela agência de notícias.

Castor é mais conhecido por se recusar a apresentar queixa contra o ator Bill Cosby depois que uma mulher foi à polícia e alegou que Cosby a drogou e abusou dela em 2004. Cosby foi posteriormente acusado e condenado por outro promotor.. Cosby apelou do veredicto.

David Schoen estava entre os advogados que defenderiam Jeffrey Epstein e que o conheceram na prisão dias antes. morreu em 2019, escreve O Independente. Ele também afirmou que não acredita que Epstein tirou sua própria vida.

DEVE DEFENDER TRUMP: O advogado Bruce Castor foi adicionado à equipe de defesa de Donald Trump. Foto: Matt Rourke / AP / NTB

O novo caso da Suprema Corte contra Trump está programado para começar no Senado dos Estados Unidos em 9 de fevereiro. Já no dia 2 de fevereiro, próxima terça-feira, Trump deve apresentar resposta por escrito à acusação da Suprema Corte da Câmara dos Deputados.

também leia

Os republicanos votaram contra o caso do Supremo Tribunal: – O caso estava morto quando nos chegou

Trump está sendo processado por ter incitou o ataque ao prédio do Congresso em Washington DC em 6 de janeiro. Estas são as acusações contra ele:

  • As repetidas falsas alegações de Trump de que ele ganhou a eleição presidencial.
  • O discurso de Trump em 6 de janeiro, antes que seus apoiadores invadissem o Congresso.
  • O telefonema de Trump para o oficial eleitoral do estado da Geórgia para encontrar votos suficientes para virar a maré a favor de Trump.

A primeira vez foi há pouco mais de um ano. Esse momento foi absolvido, já que apenas um republicano no Senado votou para condená-lo. Uma decisão requer maioria de 2/3 no Senado. Isso significa que 17 senadores republicanos devem votar com os democratas para julgar Trump.

You May Also Like

About the Author: Edson Moreira

"Zombieaholic. Amadores de comida amadora. Estudioso de cerveja. Especialista em extremo twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *