Em carta aos sindicatos, a Petrobras confirma 1 caso de coronavírus

Em carta aos sindicatos, a Petrobras confirma 1 caso de coronavírus

A Petrobras enviou uma carta aos sindicatos da categoria que, desde o início da pandemia de coronavírus no Brasil, criticou a maneira como a empresa estatal tratou os trabalhadores. A empresa confirmou que teve um caso entre seus funcionários, mas afirmou que o funcionário não retornou ao seu cargo após a confirmação e que não há risco de contágio.

Ao classificar a carta à população divulgada pelos sindicatos intitulada “Negligência diante da pandemia do COVID-19” como “referência leve, infeliz e injusta”, o setor de Recursos Humanos da Petrobras lista as medidas tomadas desde o início da crise que são as mais relevantes de ontem, como reduzir e isolar por sete dias os funcionários antes de embarcar em plataformas offshore e pede aos membros do sindicato que reconsiderem a ameaça de uma “greve nacional de saúde “

“Ou porque não há justificativa capaz de justificar uma greve neste momento e no meio do cenário nacional notavelmente problemático, servindo a sua deterioração e degradação, o que seria uma atitude imprudente e indesejável”, diz ele na carta, que pede sindicatos refletindo sobre as próximas decisões a serem tomadas.

A empresa disse que estava aberta para esclarecer possíveis dúvidas na categoria sobre o combate ao coronavírus em suas instalações.

Status do conteúdo

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa Esteves

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *