‘Expor o homem limitado me dá prazer’

A atriz Fernanda Paes Leme publicou, na noite desta quinta-feira, 24, um texto para rebater a secretária Cultura especial, o ator Mario Frías que afirmou que teria uma “vida muito solitária” usando um vibrador.

Crédito: Reprodução / InstagramFernanda Paes Leme contra-ataca Mario Frías: ‘Expor machos limitados me dá prazer’

“Eu nem vi o que a atual secretária de cultura falava sobre mim na época em que havia muitas notícias sobre meu vibrador quebrado. Surpreende-me que esta pessoa, em uma posição que exige tanta responsabilidade e que, evidentemente, trabalha tanto * tosse tosse tosse *, tenha reservado um momento do seu dia para lamentar minha perda e minha solidão. Fiquei sabendo desse comentário hoje lendo a matéria da @marilizpj ”, escreveu Fernanda Paes Leme ao compartilhar uma imagem com a matéria de Mariliz Pereira Jorge, colunista da Folha de S.Paulo e roteirista da TV Globo.

Veja esta postagem no Instagram

Eu nem vi o que a atual secretária de cultura falava sobre mim na época em que havia muitas notícias sobre meu vibrador quebrado. Estou maravilhada que essa pessoa, em uma posição que exige tanta responsabilidade e que, como se mostra, trabalha tanto * tosse tosse tosse *, tenha tirado um momento do seu dia para lamentar minha perda e minha solidão. Eu só ouvi sobre esse comentário hoje, lendo o artigo de @marilizpj postado por @marthanowill. Na verdade, obrigada, Mariliz, adorei o texto. Nem ia precisar, mas vou responder à secretária … Não se preocupe, Mario Frías. Não me sinto sozinho, só estive sozinho durante a minha cobiçosa recuperação, porque, ao contrário dos membros do governo, levo muito a sério a vida e a doença das pessoas. Mas em geral não tenho tempo para ficar sozinha, porque trabalho muito, sou artista, sabe? Não?! Bem, eu tenho família, amigos, namoro, namoro, tenho um vibrador novo, então não se preocupe em como posso ser solitário, porque não sou e não sou. Juro que não me importo com o que você pensa de mim. Primeiro porque não nos conhecemos (uf), segundo porque acho que você não tem nenhum conhecimento real de algo. Somamos a sua opinião a tantas outras, descartáveis, bobas, inseguras. Mas então por que decidi fazer este post? Porque além de um bom vibrador, expor um homem frágil e limitado também me dá prazer.

Uma postagem compartilhada por Fernanda Paes Leme (@fepaesleme) em

Fernanda divulgou seu posicionamento, tanto no Instagram quanto no Twitter.

“Nem ia precisar, mas vou responder à secretária… Não se preocupe, Mario Frías. Não me sinto sozinho, só estive sozinho durante a minha cobiçosa recuperação, porque, ao contrário dos governantes, levo muito a sério a vida e a doença das pessoas. Mas em geral não tenho tempo para ficar sozinha, porque trabalho muito, sou artista, sabe? Não?! Bem, eu tenho família, amigos, tenho namoro, tenho flertes, tenho um vibrador novo, então sério, não se preocupe com o quão solitária eu posso ser, porque eu não sou e não sou ”, disse Fernanda Paes Leme.

Pouco depois, Fernanda diz que não liga para a opinião de Mário Frías. “Eu juro para você, eu não me importo com o que você pensa de mim. Primeiro porque não nos conhecemos (uf), segundo porque acho que você não tem nenhum conhecimento real de alguma coisa. Somamos sua opinião a tantas outras, descartáveis, bobas, inseguras ”, frisou Fernanda Paes Leme.

Por fim, a atriz explica o motivo do texto. Mas então por que decidi fazer este post? Porque além de um bom vibrador, expor um macho frágil e limitado também me dá prazer ”, diz Fernanda Paes Leme.

O colunista do Metropoles, Leo Dias, fez uma publicação sobre o assunto em seu perfil no Instagram e o secretário nacional da Cultura, Mario Frias, rebateu o argumento de Fernanda Paes Leme com outro comentário machista.

Crédito: Reprodução / InstagramMario Frías contra-ataca Fernanda Paes Leme com comentário machista

Ou que machismo?

Machismo é o preconceito que opõe a igualdade de direitos entre os gêneros, privilegiando o gênero masculino sobre o feminino. Em bom português: é toda a opressão que as mulheres sofrem e que os homens produzem.

Por exemplo, uma pessoa sexista é aquela que acredita que as mulheres não devem se comportar e ter os mesmos direitos que os homens ou que as julga inferiores aos homens nos aspectos físicos, intelectuais e sociais.

O pensamento sexista é totalmente cultural e pode vir de todos os cantos da sociedade, independentemente da classe social, posição política, religião ou família.

Por ser há muito tratado como normal, há apenas algumas décadas esse comportamento foi problematizado, principalmente pelos movimentos feministas, que lutam pela igualdade de gênero.

E mesmo com o avanço da luta feminista, nem todos concordam que o machismo deve ser combatido. Isso significa que mesmo com os esforços feministas, ele ainda está presente em muitos ambientes.

You May Also Like

About the Author: Jonas Belluci Shinoda

"Viciado em Internet. Analista. Evangelista em bacon total. Estudante. Criador. Empreendedor. Leitor."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *