Fátima Bernardes defende que o uso de maconha ao vivo na Globo pode ser acusado

Fátima Bernardes foi mais uma vez um dos assuntos mais comentados da internet depois de voltar a falar sobre a maconha no Encontro da Globo. O apresentador desenvolveu uma agenda sobre o uso medicinal da erva.

A jornalista mostrou como o uso medicinal da maconha auxilia no tratamento de doenças, como autismo severo em crianças, e mostrou depoimentos de pessoas que tiveram boas experiências com a substância:

Leia também: O namorado de Fátima Bernardes detona Bolsonaro e algo acontece com ele; Veja aqui

“Com o uso do óleo derivado da maconha, esse produto de uso medicinal, as crianças estão brincando e se desenvolvendo”, afirmou.

Fátima entrevistou Bruna, mãe de filhos que não conseguiam desenvolver e estabilizar suas emoções devido à doença.

“A cannabis, a maconha, deu aos meus três filhos uma qualidade de vida e uma vida normal”, explicou o convidado, que também destacou a importância do óleo para os estudos e interações das crianças.

Leia também: Após briga com Bolsonaro, Maju Coutinho diz que sofre pela Globo; olha o que ela disse

A jornalista revelou que Bruna obteve autorização da Justiça para plantar a grama em sua casa. A entrevistada tinha o direito de importar o óleo e ia ao Fórum sozinha, sem ajuda de advogado, para poder produzir a planta em casa.

Reação pública

Nas redes sociais, parte do público aplaudiu a posição de Fátima e sua base para a criação do quadro. “Fátima Bernardes só precisava dizer a todos para pararem de ter preconceito contra a maconha. Eu adorei ”, escreveu um usuário da Internet.

Leia também: Globo retira Ana María Braga e Fátima Bernardes explica o ocorrido; olha o que ela disse

No entanto, algumas pessoas interpretaram a pauta fora do contexto e criticaram o anfitrião por falar sobre a substância ao vivo.

“Fátima Bernardes o seu espaço matinal, roubado das crianças, para defender o seu fumo recreativo ‘legalizar’. Os bandidos agora querem enfiar nossas plantas não-cannabis goela abaixo. Eles abriram a porta do inferno para sempre ”, disse outro.

Leia também: O governo Bolsonaro persegue atores da Globo e pode levar milhões deles; Veja aqui

Veja as repercussões:

Recorde-se que Fátima Bernardes já foi acusada quando permitiu que Ludmila cantasse a canção “Verdinha” do seu programa.

** Este texto não reflete necessariamente a opinião do Portal UAI.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa Esteves

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *