FG proíbe visitantes do Brasil, Índia e Turquia devido ao aumento do COVID-19 – canais de TV

Uma foto de arquivo do Aeroporto Internacional Nnamdi Azikiwe, em Abuja.

O Governo Federal proibirá a entrada de passageiros não nigerianos que tenham visitado o Brasil, Índia ou Turquia nas últimas duas semanas.

O anúncio foi feito pelo presidente do Comitê de Direção Presidencial do COVID-19 e Secretário do Governo da Federação, Boss Mustapha, por meio de um comunicado divulgado no sábado.

Ele observou que a decisão ocorreu após o aumento de casos e mortes de COVID-19 em algumas partes do mundo.

Mustapha disse que a proibição de viagens não se aplica aos passageiros que transitaram por esses países, acrescentando que a recomendação de viagens entrará em vigor a partir de terça-feira, enquanto estará sujeita a revisão após um período inicial de quatro semanas.

“Essas medidas de precaução são um passo necessário para minimizar o risco de um aumento nos casos de COVID-19 introduzidos na Nigéria de outros países”, diz o comunicado parcialmente.

“Portadores de passaportes não nigerianos e não residentes que visitaram o Brasil, Índia ou Turquia nos dias anteriores à viagem para a Nigéria terão a entrada negada na Nigéria.

“Essa regulamentação, porém, não se aplica aos passageiros que já passaram por esses países.

“As seguintes medidas serão aplicadas às companhias aéreas e aos passageiros que não cumpram com I e II (a) acima: as companhias aéreas devem pagar obrigatoriamente uma multa de $ 3.500 para cada passageiro infrator.”

LEIA TAMBÉM: Continuaremos priorizando o bem-estar dos trabalhadores – Gbajabiamila

Os nigerianos e residentes permanentes que estiveram nesses países nos últimos 14 dias serão obrigados a passar por uma quarentena obrigatória por uma semana em uma instalação aprovada pelo governo na chegada, disse ele.

Todos os passageiros que chegam à Nigéria agora terão que submeter um teste COVID-19 negativo realizado dentro de 72 horas antes da viagem, em vez do período anterior de 96 horas.

O SGF acrescentou, “A seguinte condição se aplica a esses passageiros: Dentro de 24 horas após a chegada, eles serão testados para PCR COVID-19.

“Se for positivo, o passageiro será internado em um centro de tratamento aprovado pelo governo, de acordo com os protocolos nacionais de tratamento.

“Se for negativo, o passageiro continuará em quarentena e será submetido a um novo teste de PCR no dia 7 de quarentena.”

De acordo com as diretrizes, os passageiros que chegam à Nigéria vindos de outros destinos devem observar um isolamento de sete dias no destino final.

Eles também devem realizar um teste de PCR COVID-19 no dia 7 no laboratório selecionado e as autoridades correspondentes devem controlar a conformidade com o protocolo de isolamento.

A Nigéria, o país mais populoso da África, relatou pouco mais de 165.000 casos de coronavírus e 2.063 mortes desde que o vírus apareceu pela primeira vez na China no final de 2019.

You May Also Like

About the Author: Jonas Belluci

"Viciado em Internet. Analista. Evangelista em bacon total. Estudante. Criador. Empreendedor. Leitor."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *