Filmes sobre tribos indígenas triunfam no Platinum Awards

O filme Para a última floresta (a última floresta), dirigido pelo brasileiro Luiz Bolognesi, ganhou a estatueta de Melhor Documentário na gala do IX Prêmio Platino, realizada na noite de domingo, 1º de maio, em Madri.

“A Última Floresta é um filme brasileiro sobre os Yanomami. Fizemos nosso filme junto com os Yanomami porque achamos que temos muito a aprender com eles. No Brasil, há muitos anos e ainda hoje, os indígenas Yanomami são ameaçados diariamente por garimpeiros e madeireiros ilegais que exploram violentamente suas terras. Temos que parar com isso”, disse Caio Gullane, produtor do documentário que recebeu o prêmio.

O Platinum Awards também destacou um filme de animação que conta outra história de tribos indígenas na América Latina: Ainbo: Espírito da Amazônia. Esta produção peruana conta a história de uma menina que perdeu a mãe e deve lutar para salvar seu povo da invasão de homens brancos. Neste desafio, Ainbo ela não está sozinha e conta com a ajuda de seus guias espirituais: um tatu e uma anta.

“É o primeiro filme que faço, não sou diretor de animação propriamente dito. Estou animado para contar, através de um filme, a vida de um país maravilhoso como o Peru. Dedico à minha mãe, ela é indígena, ela é Ainbo e nos inspirou a cuidar e viver na selva. Dedico também aos bravos homens e mulheres das tribos amazônicas, especialmente a tribo Shipibo-Conibo de onde somos, que todos os dias têm que ver como perdem parte do paraíso onde vivem devido à mineração ilegal”, disse o o diretor José Zelada, que recebeu o prêmio Platinum com seu irmão César, produtor de Ainbo.

Além desses filmes, o filme colombiano Memória ganhou por Melhor Direção de Som e Filme Mexicano Os lobos ganhou como Melhor Filme em Cinema e Educação em Valores.

Um dos grandes vencedores da noite foi a produção espanhola O bom padrão, que ganhou os prêmios de Melhor Filme de Ficção Ibero-Americana, Melhor Direção e Roteiro (para Fernando León de Aranoa). Javier Bardem, ator principal de O bom padrãolevou para casa a estatueta de Melhor Performance Masculina.

O outro grande vencedor foi Mães Paralelasque venceu nas categorias de Melhor Música Original, Melhor Direção de Arte e Melhor Personagem Coadjuvante para Aitana Sánchez-Gijón.

O júri também destacou a série argentina O Reino como Melhor Minissérie e seus idealizadores Marcelo Piñeyro e Claudia Piñeiro como os melhores em sua categoria. O ator Joaquín Furriel, que faz parte do elenco, ganhou o prêmio de Melhor Coadjuvante Masculino em Minissérie.

You May Also Like

About the Author: Jonas Belluci

"Viciado em Internet. Analista. Evangelista em bacon total. Estudante. Criador. Empreendedor. Leitor."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.